VERSÃO IMPRESSA

Benfica. Um bairro de oportunidades

| VOCAÇÃO | Polo cultural, gastronômico e estudantil, o histórico bairro Benfica gera negócios e emprega mais de 10 mil pessoas em Fortaleza

01:30 | 23/03/2018

[FOTO1]


Bairro estudantil, berço cultural e gastronômico de Fortaleza, o Benfica é região de pioneirismo e negócios, onde circulam pessoas de outras regiões da Cidade. São mais de 450 empresas que dão vida ao local, empregando mais de 10 mil pessoas, sendo passagem principalmente para estudantes.

[SAIBAMAIS]
Com o dom de cozinhar e a memória da adolescência no Benfica, Vân Régia juntou esses ingredientes e escolheu morar e expandir o próprio negócio que já funcionava há 11 anos. Proprietária do Culinária da Van, o Benfica, para ela, é o bairro do “fundo do coração”. “Somos muito apaixonados por esse bairro. O Benfica sempre foi bom para mim e para o negócio desde a inauguração. É um bom bairro para as pessoas olharem e investirem”, avalia.
 

Há três anos funcionando na região, o restaurante recebe clientes de toda a Fortaleza e também do Brasil. A proposta do local une culinária e música, atraindo professores, universitários e artistas.
 

“É um público alternativo classe A”, explica Vân. Os pratos variam entre R$ 24 a R$ 30 e o campeão da casa é o camarão crocante (R$ 30), seguido do vatapá de caranguejo (R$ 28). A novidade do cardápio é o torresmo de tilápia (R$ 24).
 

Inaugurado em maio de 2017, o Mercado do Café é outro ponto gastronômico do Benfica. As sócias, Valesca Henrique e Adriana Miranda, viram o potencial para investimento a partir da carência de cafeteria nas redondezas do bairro.
 

O estabelecimento aposta na união de sabores regionais com ingredientes mais requintados, além de produção de pães artesanais. Entre as novidades do cardápio, estão o frapê de paçoquinha (R$ 17,90) e a coxinha de caranguejo (R$ 13). Os clientes mais assíduos são dos bairros próximos e o tíquete médio gira em torno de R$ 30.
 

Sobre a escolha do ponto comercial, Valesca diz que o Benfica é para ela o bairro mais “charmoso” de Fortaleza. “Temos que olhar para todos os pontos da cidade e deixar de achar que só a Aldeota e seus arredores podem receber um bom estabelecimento. A população exige uma boa estrutura e, se a comida for boa, elas vêm de todo lugar”. Entre as melhorias para o bairro, ela destaca a segurança. “Se investirmos em segurança, o bairro por si só faz a parte dele”, afirma.

No alimento de origem não animal também está um potencial que cresceu no Benfica: negócios voltados para vegetarianos e veganos. De olho no nicho verde, o restaurante Mandir já está há 13 anos no Benfica. Os pratos se baseiam na proposta de alimentação consciente, conectada com a saúde e a vida.
 

Segundo um dos fundadores do restaurante, o chef de cozinha Vaikuntha Prasada, a necessidade de mudar hábitos alimentares é um movimento que já vem de década e tem sido bem recebido pelos clientes.
 

“O Benfica está caminhando para ser um bairro vegano em Fortaleza. Esses projetos acharam um bom celeiro e têm bastante aceitação. É uma mudança global, que tanto parte do físico e até de questões espirituais para alguns”, avalia.
 

O Mandir recebe clientes de toda a Região Metropolitana de Fortaleza e atende um público diversificado, desde estudantes, advogados, políticos e até pessoas sem renda, por meio do projeto de alimento solidário.
 

“Poderia fazer um paralelo com a Vila Madalena, em São Paulo, se tivesse a 

devida atenção de promover os negócios locais, artistas, ateliês e dar fomento para a área gastronômica, que já resiste há muito tempo. Mas é essencial que tenha segurança pública”, diz Vaikuntha.


Em meio aos episódios de violência ocorridos no bairro, como a Chacina do Benfica, há 14 dias, empreendedores, estudantes e moradores solicitam mais atenção e segurança. Isso porque a vocação da região atinge segmentos variados como bares, restaurantes, cafeterias, feirinhas, teatro, ateliês, shopping, academias, supermercados.

 

Opções de Gastronomia  

 

Cantinho Acadêmico – 3281.8857 - avenida Treze de Maio, 2370.

Culinária da Van – 3283.8600 - rua Waldery Uchôa, 230 – quarta e quinta (17h à 0h), sexta e sábado (12h à 0h), domingo (11h às 18h).

Mercado do Café – 3283.2419 – rua Francisco Pinto, 174 – segunda a domingo, de 7h às 22h.

Mandir – 3023.3563 – rua Padre Francisco Pinto, 257 – segunda a sábado, 11h às 14h30min.

Malagueta - 99761.2777 – av. da Universidade, 2064 - segunda a sábado (11h30min às 14h) e sexta ( 18h30min às 21h30min).

Rango Verde
– 98848.1578 – rua João Gentil, 207 – segunda a sexta, de 11h30 às 19h.   

 

O AROMA DO GRÃO MOÍDO atrai clientes ao Mercado do Café, no Benfica 

 

BENFICA EM NÚMEROS  

 

Número de habitantes
8.970 (IBGE em 2010)

Agrega 492 empresas, empregando 11.777 pessoas (ano base 2015), com destaque para o ramo de serviços, comércio e administração pública.

9.031
alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

10
residências universitárias da UFC

14
unidades escolares municipais nas adjacências, atendendo 4.936 alunos

Mais 3.800 alunos
matriculados nas Casas de Cultura da UFC

Mais 14.509 estudantes
da UFC estudando nos campus do entorno


Fonte: Secretaria Regional IV, Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE) e instituições de ensino 

CRISTINA FONTENELE

TAGS