VERSÃO IMPRESSA

São José Sertanejo

01:30 | 19/03/2018

Hoje é dia de São José, que antes de ser padroeiro do Ceará é o protetor universal da Igreja Católica Romana. Contudo, olhando mais de perto, ele tem um perfil muito sintonizado com a cultura cearense, cujas raízes têm no artesanato uma de suas expressões identitárias.

[SAIBAMAIS]

Ora, José era um artesão utilitário, um marceneiro/carpinteiro: profissão das mais requisitadas na Antiguidade. O sertanejo identifica-se com ela, visto que o sertão é simples, prático e despojado como um carpinteiro/marceneiro das antigas. E molda a própria alma do Ceará.


Ademais, José era um homem justo, reto, mas, não de coração insensível. Quando notou que sua prometida estava grávida (se tinha alguma dúvida sobre a história contada por ela, guardou-a para si) resolveu deixá-la secretamente, abrindo mão do direito de repudiá-la e até entregá-la aos homens da lei (alô, feministas).


O contrastante é que esse gesto - certamente considerado “fraco” pelo padrão machista sertanejo - tenha sido absorvido por essa cultura, tornando seu autor um modelo de vida a ser imitada. Talvez esteja aí um dos milagres de São José.


VALDEMAR MENEZES

TAGS