PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Preso confirma ter usado carro na noite da chacina na Gentilândia

01:30 | 13/03/2018

O Fiat Punto branco, de placas clonadas OCP 9240, utilizado por pelo menos três matadores da Chacina do Benfica (9/3), teria sido comprado há sete dias por Douglas Matias da Silva. Após ser preso em flagrante por policiais civis, no bairro Meireles, Douglas afirmou que teria adquirido o carro no OLX, um site de classificado online.

Em depoimento, Douglas negou ser um dos autores da matança da Gentilândia, mas confirmou que utilizou o veículo na noite do massacre de sete pessoas. Segundo o preso, na noite da última sexta, 9, após ter ido para um aniversário na casa de um membro da facção, no Lagamar, ele se ausentou da festa por volta das 21 horas. 

Douglas teria saído para emprestar o Punto a um homem conhecido por “Smite” no bairro Antônio Bezerra. Para voltar ao aniversário, o acusado teria pego um Uber e, à meia-noite, Smite teria lhe devolvido o carro no Lagamar. 

De posse novamente do Punto, Douglas Matias saiu novamente da festa e guardou o veículo na garagem do apartamento da companheira, no Meireles. Segundo consta no depoimento, lá, deixou o veículo rastreado pela polícia e retornou ao aniversário usando o carro da namorada, um Jeep Renegade.