PUBLICIDADE
Jornal

PF busca ligação com Palocci

13/05/2017 01:30:00

A Operação Bullish, da Polícia Federal, realizada ontem, teve como um dos objetivos buscar provas que corroborem conexões entre a JBS, o BNDES e o ex-ministro Antonio Palocci. A PF suspeita que o ex-ministro tenha sido um dos mentores e organizador, por meio de sua empresa de consultoria, da transformação da JBS na maior empresa de carnes do mundo. Nas perguntas feitas a alguns dos integrantes do BNDES levados a depor, a PF se concentrou na participação de Palocci no banco e na JBS. A investida da PF levou o ex-ministro da Fazenda a contratar o advogado Adriano Bretas, especialista em delações, para tentar fechar um acordo com o MPF. Teria, com isso, começado uma corrida com o empresário Joesley Batista.
 

Joesley, sócio da JBS, estaria em contato com um advogado especialista no assunto, Luciano Feldens, que assessorou Marcelo Odebrecht em sua delação. A assessoria da JBS, no entanto, nega qualquer mobilização nesse sentido. A imagem da empresa tem sido arranhada por sucessivas investigações. A Bullish foi a quarta operação da PF envolvendo o grupo J&F, holding controladora da JBS, em menos de um ano.

Adriano Nogueira

TAGS