VERSÃO IMPRESSA

Hora do mergulho

Saiba como escolher o formato e o tipo de piscina mais adequado para o seu terreno

01:30 | 24/03/2018

[FOTO1]


A piscina é uma ótima forma de reunir a família e refrescar o calor para crianças, adultos e idosos. Diante de uma enorme quantidade de combinações, o tipo e o formato de piscina podem gerar dúvidas sobre a melhor opção. Cada um deles apresentam prós e contras, mas saiba qual faz o par perfeito com as suas expectativas e necessidades.
 

A piscina de alvenaria tem a flexibilidade de modelos, profundidade, tamanho e revestimentos. Além disso, possibilita a construção de “prainhas”, que é a parte mais rasa onde podem colocar espreguiçadeiras, e não tem validade de  uso. Em contrapartida, o custo é mais elevado e corre o risco de vazamento.

 

“Para evitar isso, deve-se fazer com um profissional adequado, que faça o  cálculo certo, impermeabilize corretamente”, explica a arquiteta Luciana Mota.
 

Por ser fabricada e não construída do zero, a piscina de fibra de vidro é mais limitada quanto ao formato ao tamanho e à profundidade. Ainda assim, o número de opções no mercado é bem extenso, ela é mais rápida de montar e não pesa tanto no bolso quanto uma de alvenaria. “Você tem a vantagem de poder montar aqui e depois levar para outro lugar”, afirma a arquiteta. Se o morador for se mudar, também pode levar a piscina.
 

Em relação ao formato, é essencial levar em consideração o local, a finalidade e o espaço disponível. “A retangular é que mais se adapta a qualquer cantinho. Se a piscina vai ser utilizada para natação, então é retangular. Em um resort, tem que ser bonita e atraente para atrair hóspedes, tirar foto”, analisa.
 

Outro fator que pode alterar o formato é se há subsolo onde se pretende implantar a piscina. “Às vezes, o que limita é fazer metade sobre um subsolo e metade em um terreno natural. A laje trabalha diferente de um terreno natural”, explica. Decidido o tipo e o formato, só faltam protetor solar e óculos de sol.   

 

FIQUE ATENTO!

1. A profundidade média na área adulta é entre 1,20m e 1,30m. Na infantil, de 60cm. Na “prainha”, 30cm.


2. As piscinas retangulares são as mais comuns por terem o formato que se encaixa mais facilmente nos diferentes terrenos.


3. Enquanto a de alvenaria é fixa, a piscina de fibra de vidro pode ser removida e transportada para outro terreno.


4. Atente-se para brechas deixadas junto às luminárias, porque podem ser causa de vazamento


5. Confira o local sobre o qual a piscina está sendo instalada para que não fique entre terreno natural e subsolo ao mesmo tempo 

TAGS