PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Bate pronto com Yuri Torquato

01:30 | 08/10/2018

Yuri Torquato, presidente da Associação de Jovens Empreendedores

OP - Em qual momento a empresa pode perceber que é hora de exportar?

Yuri - A partir do momento que ela tem um produto consolidado, que ela domina o processo produtivo. É um campo favorável. A gente tem um dólar muito valorizado e é ótimo porque nosso produto fica competitivo lá fora, facilita as exportações. O empreendedor pode inclusive tomar essa decisão com base na cotação.

OP - Quais os primeiros passos?

Yuri - O primeiro passo é procurar quem entende, como o Centro Internacional de Negócios, que é uma unidade da Fiec (Federação das Indústrias do Ceará). O Sebrae também. Ver quais países o Brasil tem acordos comerciais, os que têm menos entraves, ver inclusive quais produtos estão dentro desses acordos.

OP - Quais as dicas para quem quer exportar?

Yuri - Tem que ter pleno conhecimento de que o produto que ele vende no Brasil, não é o mesmo que vai vender lá fora. Tem que estar disposto a fazer adaptações lá fora, é um consumidor muito mais exigente. Tem que procurar ter conhecimento de economia, o que é macroeconomia, taxa de juros, inflação. Isso tudo vai impactar o negócio. É uma boa procurar uma trade, empresa que faz o trâmite da venda. Há uma demanda no exterior, você produz e a trade faz o trâmite.