VERSÃO IMPRESSA

As habilidades para o Século XXI

Modelo finlandês de Educação desconstrói o que é necessário desenvolver em nós para os desafios atuais

01:30 | 09/07/2018

[FOTO1] 

Discute-se muito sobre o que deve ser aprendido na escola, ou seja, que conhecimentos são necessários para a vida, porém, é só esse tipo de pergunta que devemos fazer? E se formos além, se perguntarmos as habilidades que precisamos ter para enfrentar toda a complexidade e pluralidade de desafios do século XXI? Pois bem, temos aqui algumas respostas que se baseiam na experiência dos melhores modelos educacionais do mundo, com destaque, o modelo Finlandês de Educação.

Em síntese, as habilidades para o século XXI ficaram popularmente conhecidas como 6Cs, que querem dizer: Criticidade, Criatividade, Comunicabilidade, Colaboratividade, Cidadania e Caráter. Observe que "conhecimento" que é tão enfatizado nas escolas não apareceu na lista, pois se considera o conhecimento como variável natural que será desenvolvida com o desenvolvimento dessas seis habilidades.

Interessante, não? Em vez de nos preocuparmos com o acúmulo de conhecimentos, deveríamos nos preocupar em preparar o ser humano em termos de habilidades para os enfrentamentos societários dos tempos hodiernos.

De fato, ainda temos uma longa caminhada para deslocar o ponteiro das prioridades educacionais que hoje aponta para o mero acúmulo de conhecimentos e apontá-lo para o desenvolvimento das habilidades humanas que precisamos nesse século XXI. É difícil, mas podemos fazer tal mudança!

Igor de Moraes Paim

Doutor em Educação (UNESP - Marília)

Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Umirim


Os 6 Cs


Criticidade


Na Criticidade, encontramos a habilidade de gerenciar a interpretação ou análise das informações, o que compreende também a filtragem, processamento e síntese. Em um mundo com tantas ambivalências, volumes de informações e polifonia de mensagens, é preciso desenvolver níveis elevados de pensamento crítico para poder aquilatar tudo o que nos chega, com discernimento e lucidez. Observemos a importância da criticidade, mas em um sentido amplo, seja na dimensão da autocrítica, quanto da heterocrítica. Lembro um método de avaliação chamado "avaliação por pares" (peer assessment) que é muito utilizado em escolas europeias, permite que os alunos se avaliem mutuamente no desenvolvimento de trabalhos em equipe, o que corrobora nesse sentido com o aperfeiçoamento do pensamento crítico.

Criatividade

Na Criatividade, que é uma das habilidades que mais aprecio no contexto educacional, temos a habilidade de encontrar soluções úteis e diferentes para um mesmo problema. Isto é, compreende a capacidade de ter uma visão rebelde, não conformista e que consiga enxergar novas possibilidades ainda não percebidas pela maioria. Em mundo com tantos problemas, precisamos preparar as pessoas para serem criativas na solução dos problemas sociais, para tanto, diversas técnicas são possíveis: Brainstorming, Brainwriting, Espinha de Peixe, Seis Chapéus...

Comunicabilidade

Na Comunicabilidade percebemos a habilidade de saber se expressar e também de compreender a informação por múltiplas plataformas, sejam essas de mídias ou de linguagens. Sabemos que o mundo está imagético demais, a linguagem escrita não é a única forma de expressão e, portanto, saber empregar diversas formas de expressão tem sido considerado muito relevante na era digital. Claro que isso implica também aperfeiçoar o uso do vernáculo e não diminuir ou simplificar o emprego da língua materna por meio de gírias, por exemplo.

Caráter

No Caráter está a competência de lidar com os aspectos éticos que envolvem a vida social, a capacidade de resolver os problemas dilemáticos e se refere diretamente ao desenvolvimento do juízo moral das pessoas. Urge ressaltar que no Brasil, onde os problemas de ordem moral são contundentes nos diversos setores sociais e, especialmente, na política, é preciso promover de forma urgente e efetiva uma educação moral séria e ampla nos diversos níveis e modalidades de ensino.

Cidadania e Colaboratividade

Na Cidadania e na Colaboratividade, encontram-se, respectivamente, a capacidade de reconhecimento dos direitos e deveres sociais e a habilidade de colaborar com os outros pela edificação do estado de bem-estar social, tais capacidades estão intimamente relacionadas entre si e com as engrenagens que movem a sociedade.

TAGS