VERSÃO IMPRESSA

A Hora certa de Pivotar

Qual o momento para a sua startup mudar de rumo e chegar ao sucesso

01:30 | 26/02/2018

A porcentagem de sucesso entre as startups costuma ser baixa. Assim, uma habilidade extremamente necessária para quem quer empreender é saber quando seguir em frente.
 

“Seguir em frente” pode ser abandonar o negócio, mas, no mundo das startups, trata-se principalmente de mudar de rota - pivotar -, fazendo mudanças na startup para um novo rumo de sucesso, tirando proveito do conhecimento de mercado adquirido anteriormente.
 

Para saber a hora certa de executar esse movimento, muitos empreendedores utilizam de artifícios mais subjetivos para analisar se vale a pena continuar com uma startup: ver se o negócio faz sentido na sua vida, se ele está indo a algum lugar. Porém, utilizar de aspectos mais práticos pode diminuir o tempo em que se chega a essa conclusão, poupando tempo gasto em uma ideia ou negócio que não terá sucesso.


Um primeiro é o financeiro: saber se faz sentido a lógica de custos e receitas de sua startup. Se depois de um tempo, você ainda não têm um plano concreto de como fazer ela ganhar dinheiro, talvez seja melhor partir para outra.


Outra análise é a de retenção. Depois de tantos experimentos e mudanças, onde mesmo assim o negócio não é aceito em maior escala, talvez o modelo não seja algo que as pessoas precisem, e pode não valer a pena persistir.
 

A última, a análise do crescimento. Para startups com 2, 3 ou mais anos, é preciso medir o crescimento ao longo do tempo, através de números de usuários/ clientes. Se esse número declinar ou mesmo permanecer na mesma por um longo espaço de tempo, talvez seja o momento de seguir em frente.


Não obter sucesso é algo normal no mundo das startups. No Brasil as pessoas ainda olham feio para quem tem empresas “quebradas” no histórico. Em outros países, ter empresas “quebradas” é sinônimo de experiência. Então é importante não ter medo de falhar, pois faz parte desse “show”. Mas falhe rápido e siga em frente para novas oportunidades, onde o sucesso pode estar. 

 

Raphael Gonçalves

Diretor executivo da Casa Azul

cotato@casaazul.vc

TAGS