VERSÃO IMPRESSA

Projeto de vida claro e responsável

É preciso planejar a vida pessoal e profissional de forma prudente e com menos culpa. Saiba como enfrentar a vida multitarefa sem "dar pane"

01:30 | 22/01/2018
[FOTO1]

Trabalho, hobbies, família… Realizar tantos papéis necessários não é tarefa fácil. Diante de tanta pressão, muita gente pensa em refazer escolhas e busca maneiras de mudar aquilo que não está de acordo com o que o corpo e a mente aguentam.


Há cerca de dois anos, a analista de mídias digitais Clara de Castro passou por uma reviravolta na vida. Até então redatora de um site de moda, ela conta que não estava satisfeita no primeiro emprego e muitas vezes sentia-se “frustrada”. “Era um ambiente muito estressante porque a empresa estava passando por um reposicionamento e mudança física de local”, conta. Isso conciliou com a época em que Clara terminou um relacionamento de nove anos. “O mundo virou de ponta cabeça em um curto período de tempo”. Em meio a turbulência, Clara precisou se organizar.

[QUOTE1]

Depois de deixar o antigo emprego, ela passou um ano longe do mercado de trabalho e, apesar de ter sido um período de “ócio estressante”, foi um hiato de “autodescoberta”. “Eu não sabia que ia dar pane tão geral se eu parasse de trabalhar. Vi que eu tinha de estar ocupada para ser produtiva. Foi neste período que passei a me planejar melhor e comecei a fazer uma rotina”, lembra.


Clara então começou um novo relacionamento e seis meses atrás saiu da casa dos pais para morar com o namorado. Ela diz que a mudança de lar fez parte dos novos projetos pela proximidade do trabalho, rendendo melhor o tempo da analista. “Era complicado até pelos meus pais porque eles ficavam cobrando muito se eu não ia me formar, arranjar um emprego etc. Hoje eu sinto bem menos pressão”, comenta.


Segundo a psicóloga do trabalho e orientadora de carreira Lívia Sales, um bom projeto de vida leva em conta deixar o máximo daquilo que não está fazendo bem e praticar mais atividades que você gosta, conciliado a garantia de bem-estar no emprego e na família. “É preciso pensar em outras possibilidades além do trabalho, como transformar um hobby numa fonte de renda. Dedicamos tantas horas a uma empresa que esquecemos de exercer outros papéis, como pai, mãe, amigo...”, comenta.


E assim foi com Clara. Com o planejamento, ela conta que passou a se dedicar mais aos projetos pessoais. “Eu tinha parado de tocar e voltei com a banda que eu participo. Além disso, hoje faço podcasts sobre cinema e escrevo para um site de cultura pop (Quarto Ato)”, diz.


Segundo Lívia, o principal aliado para quem quer construir um projeto de vida mais claro e saudável é o autoconhecimento.

LUAN CARVALHO

TAGS