PUBLICIDADE
Jornal
sala de rh

Inovação e Transformação Digital em RH

04/02/2019 04:51:53

Afinal de contas, o que está acontecendo com as empresas onde as consagradas técnicas de produção do passado não estão gerando tantos efeitos como antes, repercutindo nas empresas, nos Colaboradores e na Sociedade de forma geral?

Jorge Bruno - Nesse exato momento estamos vivendo o final do sistema de produção enxuto, iniciado na década de 80, fortemente influenciado pelos conceitos de produção da Toyota (Toyotismo), com a produção puxada, em oposição à produção empurrada do Fordismo. Metodologias tipo Lean, 6Sigma, Produção Modular, entre outras, alcançaram seus ápices nos anos 90 e 2000. Porém, em meados dos anos 2000, principalmente a partir de 2007, com o lançamento do revolucionário Iphone pela Apple e, em seguida, por diversas outras marcas de smartphones, passamos a ter em nossas mãos um objeto de uso pessoal, sem precedentes na história humana. O primeiro objeto a ser pego ao amanhecer e o último ao anoitecer. A interface homem-mundo digital passou a ser portátil, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Com isso nossa capacidade de interação, aprendizagem, consumo, produção, controle e tomada de decisão foram aceleradas exponencialmente lançando as empresas modernas e "antenadas" nos processos de Transformação Digital e, ao mesmo tempo, acenando com um atestado de óbito para as empresas que não conseguirem acompanhar essa acelerada transformação.

Mas, quais serão as grandes inovações que afetarão as empresas e as atividades de RH?

JB - Assistentes pessoais digitais como a Siri da Apple, a Cortana da Microsoft, Bia do Bradesco e tantas outras, são embriões dos poderosos assistentes digitais incorporados como alma de robôs colaborativos ou, simplesmente, no próximo hardware de interface digital que substituirá os atuais Smartphones. Em breve Sophia, primeiro robô a receber cidadania (Arábia Saudita), será considerada a mãe de toda uma linha de robôs colaborativos que multiplicarão a capacidade de produção do ser humano, assim como foi com a criação de Newcomen (1712), também conhecida como "máquina à vapor". No mais, a recomendação para cada profissional preocupado com o futuro é prepare-se para exercer 4 ou 5 carreiras ao longo da vida e, em alguns casos, em paralelo.

Jorge Bruno

O Povo

NULL