PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

O conceito no comércio de Fortaleza

Projeto

28/05/2019 02:04:09

Emenda em tramitação na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) busca implementar o conceito de logística reversa em todos os estabelecimentos de Fortaleza. O projeto prevê que os comércios recebam as embalagens de produtos vendidos, após o uso pelo consumidor, destinando o material à reciclagem ou reúso.

Autor da proposta de emenda 407/2019, o vereador Guilherme Sampaio (PT) defende que a iniciativa diminuiria o desperdício de materiais que poderiam voltar à cadeia de consumo, "reduzindo consideravelmente os danos ao meio ambiente".

"Essa simples e eficiente medida de responsabilidade socioempresarial deve proporcionar uma conscientização sobre a maneira correta de descarte do lixo que produzimos, também gerando emprego e renda para aqueles que atuam no segmento", diz.

Pela proposta, fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de produtos com embalagens feitas de vidro ou metal, como garrafas e latas, serão obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa em seus negócios, de maneira independente dos serviços públicos de limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos.

 

TAGS