PUBLICIDADE
Jornal

Passagens de última hora para o Carnaval alcançam os R$ 2,5 mil

| FORTALEZA | Algumas companhias aéreas ofertam os últimos assentos para os principais destinos. Da Capital para Salvador pela Gol, por exemplo, está esgotado

Os foliões que não se planejaram e deixaram para comprar passagens aéreas e rodoviárias para os principais destinos do Carnaval estão pagando mais caro e disputando os últimos lugares disponíveis. Saindo de Fortaleza, destinos como Salvador, como pela companhia aérea Gol, estão esgotados para ida, hoje, e volta na Quarta-Feira de Cinzas. Os valores chegam a R$ 2,5 mil se a escolha for de avião.

O POVO realizou, ontem, pesquisa de preços (ida e volta) nas principais empresas aéreas. Sobre os altos valores as aéreas justificaram que a proximidade com o feriadão faz com que eles obedeçam a uma precificação mais dinâmica.

Turistas que saem do Aeroporto Internacional Pinto Martins para os principais destinos do Carnaval no País - Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Recife - viram os preços (ida e volta) variarem entre R$ 900,08, pela Avianca com destino a São Paulo, e R$ 2.529,00, pela Gol com rota ao Rio de Janeiro.

Segundo a pesquisa, R$ 1.950,22 é o valor médio das passagens de ida e volta no período de Carnaval com destino ao Rio de Janeiro. O segundo festejo mais valorizado é Salvador. A capital baiana, além de esgotar os voos pela Gol, tem preço médio de R$ 1.835,36.

A assessoria de imprensa da Avianca informou que os valores praticados aos passageiros que compraram com certa antecedência bilhetes para Rio de Janeiro e São Paulo pagaram, em média, R$ 409 e R$ 338, respectivamente. Ontem, quem buscou passagens para o Carnaval não encontrou por menos de R$ 1.366,08 e R$ 900,08, em igual ordem.

Nos destinos dentro do Estado, para quem viaja de ônibus, Jijoca de Jericoacoara era o mais valorizado. Pela Fretcar, o preço do trecho chega a R$ 91,05 na classe Executiva. O valor faz parte da cota extra de veículos que foram demandados pela empresa para suprir a demanda e é 19% acima do valor anterior de R$ 76,50.

O gerente dos Terminais Rodoviários administrados pela Socicam, Nylton Fialho, diz que mais de dois mil horários foram colocados à disposição. Sobre o preço, explica que ele é tabelado, mas no período "entre-pico" - viagens em que sobram vagas - a tendência é diminuir e, quando a demanda aumenta, acompanha a alta. "As empresas têm um limite operacional, quando esse limite chega não possível ter mais passagens naquele dia".

Quem realizou a compra das passagens com antecedência e aproveitou menores preços foi Tatiane de Souza, 22. A vendedora conta que a viagem para Solonópole (229 km distante de Fortaleza) foi planejada há algumas semanas. Ela encontrou o valor de R$ 54 para ela e mais duas pessoas. O grupo ainda diz que as vagas de ônibus para a cidade estavam esgotadas ontem.

(Leia mais na página 13)

 

SAMUEL PIMENTEL