PUBLICIDADE
Jornal

Autor de projeto defende obras do Acquario

| Imagic | Leonardo Fontenele, CEO da empresa, disse que não há expectativa de novos investidores para o equipamento

23/03/2019 02:23:09
LEONARDO Fontenele disse, no Lide, que o Acquario é importante para o Estado
LEONARDO Fontenele disse, no Lide, que o Acquario é importante para o Estado (Foto: ANDRE LIMA/DIVULGAÇÃO)

O autor do projeto arquitetônico do Acquario Ceará, Leonardo Fontenele, reuniu-se ontem com representantes do Governo do Estado, no Palácio da Abolição. Ele, que é CEO e diretor criativo da empresa de arquitetura Imagic, disse que não há expectativa de novos investidores para o empreendimento, mas defende a continuação das obras. O empresário também esteve ontem em palestra no café-debate do Grupo de Líderes Empresariais do Estado (Lide), no Hotel Gran Marquise, em Fortaleza.

No evento, ele frisou que o empreendimento inacabado poderia despontar uma matriz de entretenimento no entorno da Praia de Iracema e alavancar o turismo e ramo imobiliário junto ao hub aéreo. O comércio entraria no bojo.

 "O Acquario é um locomotivo turístico único. Todo o esforço voltado para ele é válido", disse, destacando que os efeitos positivos envolvem os demais segmentos. "Vinte e oito por cento dos gastos com turismo são com o comércio... Não estamos competindo com Recife, estamos competindo com o mundo", complementou. Ontem, ele teve uma reunião com representantes do Estado, no Palácio. A pauta do encontro não foi divulgada.

O equipamento começou a ser erguido em 2015 e, logo depois, teve a construção suspensa. Foram destinados R$ 138 milhões do cofre público estadual. Começou então a busca por empresários interessados para avançar na obra, que permanece estagnada. A família M. Dias Branco ia entrar no negócio por meio de uma Operação Urbana Consorciada com o Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza, mas desistiu da empreitada. Hoje, a expectativa é que algum investidor aposte na rentabilidade do empreendimento, que demandará a cifra de R$ 600 milhões. A verba também é para requalificar a região do Poço da Draga, no entorno do Acquario.

Para Leonardo, que também executou projetos cearenses como Acqua Circo, no Beach Park, e Aquiraz Riviera, o Acquario não era o perfil da M. Dias Branco. Ele acredita que o contexto nacional tem sido uma barreira para atração de investidores, mas aponta que também são necessários outros investimentos.

O hub aéreo da Air France-KLM/Gol, ele avalia, é uma um porta de entrada para a movimentação no Ceará. "Mas é preciso criar razões para o empreendedor ficar aqui. O governo criando numa ponta e os empresários criando micro ações". Na ocasião, Leonardo também falou sobre estratégias do varejo e de cases de sucesso como a rede de farmácias Pague Menos.

A presidente do Lide Ceará, a empresária Emília Albuquerque, destacou a importância de discutir alternativas empreendedoras. "Estamos dando continuidade a uma pauta de produtividade de desenvolvimento de negócio no Lide. Mesmo considerando a relevância de pautas políticas e econômicas, estamos nos distanciando parcialmente desse início de ano, entendendo que, no momento que estamos, há várias indefinições sobre projetos de País", analisou.

 

Estudo

A Imagic chegou a realizar um Estudo de Técnica, Qualidade e Preço do Acquario Ceará para embasar o Governo do Estado.

BRUNA DAMASCENO