PUBLICIDADE
Jornal

'Sou limpo. O Lula está preso, babaca', diz Ciro

Bienal da UNE

Ao discursar ontem para uma plateia de estudantes universitários reunidos na Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Salvador, o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) foi hostilizado por estudantes, defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O pedetista reagiu: "O Lula está preso, babaca", disse, repetindo declaração dada por seu irmão e senador, Cid Gomes (PDT-CE), na reta final do segundo turno da campanha presidencial durante uma discussão com militantes petistas.

Na capital baiana, Ciro vinha sendo interrompido por gritos de "Lula livre", e "Lula, guerreiro do povo brasileiro". Ao ouvir uma provocação de uma pessoa da plateia, Ciro reagiu: "Ele não está sequer ouvindo, porque dói, dói demais você ouvir as coisas quando elas são verdadeiras, e a referência totêmica e o totem deles não respondem mais."

"O jovem no bar é obrigado a defender a corrupção, o aparelhamento do Estado, formação de quadrilha. Isso não é para vocês", disse. A plateia reagiu e um dos presentes chamou Ciro de corrupto. "Não sou, não. Eu estou solto. Eu sou limpo. Eu sou limpo. Lula está preso, babaca", afirmou. Parte da plateia o vaiou e gritou: "Fora, Ciro".

O pedetista declarou ser contrário à prisão "arbitrária" do ex-presidente. Ele disse, porém, que Lula "aceitou os recursos".

"Desculpa, não fui eu que condenei o Lula. Não está na minha mão liberar Lula. Eu avisei: se a direita ganhasse as eleições, o Lula ia ficar encarcerado por muito mais tempo. Avisei na campanha. (...) Companheiros, nós fomos humilhantemente derrotados por essa estratégia. Insistir nela afunda o Brasil".
(Agência Estado)

TAGS