Presidente eleito, vereador Antônio Henrique elenca prioridades
PUBLICIDADE

VERSÃO IMPRESSA

Presidente eleito, vereador Antônio Henrique elenca prioridades

2018-12-31 01:30:00
NULL
NULL

A proximidade com a população é ressaltada como prioridade "número 1" do vereador Antônio Henrique (PDT), eleito presidente da Câmara Municipal e que toma posse amanhã no plenário da Casa. "Pretendo fazer uma gestão voltada para o interesse da população e que a população se sinta verdadeiramente representada pela Câmara Municipal", resume ele em entrevista ao O POVO.

 

Entre as ações prioritárias da nova Mesa Diretora, ele destaca projetos voltados para o diálogo entre vereadores e cidadãos. Entre eles a continuidade do "Câmara nos Bairros", realizado em parceria com a Prefeitura. "São os vereadores perto do povo, falando com o povo e ouvindo o povo. É uma questão mais de ouvir", explica o vereador.

 

Outra proposta, é um espaço para debate com relação à questão do combate ao uso indevido de drogas. "Eu quero que a Câmara esteja mais perto nessa pauta, discutindo isso com os pais, alunos e a população de forma geral", afirma. Segundo o vereador, o projeto, contudo, "ainda está só na minha mente, não está escrito em papel, ainda não conversei com a Mesa", afirma.

 

No plenário da Casa, o pedetista antecipa que a principal discussão que deve acontecer no início do mandato da nova Mesa Diretora é sobre o novo Plano Diretor de Fortaleza. "Nós vamos receber da Prefeitura esse plano. (O objetivo é) Dar condições para que essa discussão possa sair realmente alinhada com os anseios da população. Discutir com a academia, com as associações de bairro, com a classe empresarial", detalha.

 

A matéria do Executivo deve ser tratada em comissão especial sobre o assunto. Antônio Henrique afirma que, além dessa, outra comissão técnica deve ser criada para a revisão do regimento interno da Casa. "Ele tem alguns artigos que precisam ser melhor especificados, detalhados, porque, às vezes, você pega um artigo em uma parte do regimento e ele não está muito claro. Aí, em outra parte, tem outro artigo (que entra em conflito). Então assim, existe uma certa dúvida no que proceder", aponta o vereador.

 

Antônio Henrique foi eleito para presidir a Câmara Municipal com o apoio de 42 dos 43 parlamentares no início de dezembro. Apenas Márcio Martins (Pros) se absteve. Além de Antônio Henrique, a Mesa Diretora eleita conta com Adail Júnior (PDT) como vice-presidente, Raimundo Filho (PRTB) na 2° vice-presidência e Gardel Rolim (PPL) como 3º vice-presidente. Idalmir Feitosa (PR) continua na 1º secretaria, enquanto a 2º e 3º secretarias serão assumidas por Zier Férrer (PDT) e Lucimar Martins, a Bá (PTC). Como vogais, ou suplentes estão Márcio Cruz (PSD), Casimiro Neto (MDB) e John Monteiro (PDT).

 

O ex-secretário da Regional 3 irá substituir o vereador Salmito Filho (PDT), que deixa a Câmara Municipal para assumir o mandato de deputado estadual. Segundo Antônio Henrique, o novo mandato será uma continuidade do que já vinha fazendo o correligionário. "Eu não pretendo fazer nenhuma mudança para mudar o que foi construído, eu pretendo continuar e avançando naquilo que eu acho que é necessário", garante. Ele acrescenta ainda que "avalia a administração do presidente Salmito como um das melhores administrações que a Câmara já teve nos últimos anos".

 

Sobre um dos projetos de Salmito, o de levar a sede da Câmara Municipal para o Centro, o presidente eleito afirmou que discutir os motivos para a não efetivação da transferência e que "se for necessário nós vamos voltar à discussão, mas só se for viável. Não sendo viável, não tendo recurso para fazer essa mudança, acredito que nós deveremos continuar onde estamos, dando uma melhor estrutura no prédio existente".

 

Aliados

Apesar de ser aliado do prefeito Roberto Cláudio (PDT), Antônio Henrique garante que isso não influenciará. "Ele é presidente do nosso partido, mas os poderes são independentes".

 

Luana Barros

TAGS