Participamos do

Erinaldo Dantas diz que não dará continuidade à gestão de Mota

| OAB-CE | Apoiado pela atual gestão, Erinaldo Dantas afirma ter perfil diferente do de Marcelo Mota. Ele encerrou a série de sabatinas do O POVO Online
01:30 | Nov. 24, 2018
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
[FOTO1]

O candidato à presidência da Ordem dos Advogados no Ceará (OAB-CE), Erinaldo Dantas, disse ontem, em entrevista ao programa Live Política, do O POVO Online, que se for eleito na próxima quarta-feira, 28, não dará seguimento à gestão desempenhada pelo atual presidente da entidade, Marcelo Mota. A entrevista encerrou a série de sabatinas com todos os postulantes à presidência da Ordem.

 

Segundo Erinaldo, a ruptura com o modus operandi atual se dará de forma natural, já que, avalia, tem perfil diferente do atual mandatário, "de gestor". Além disso, afirma que Mota sofreu boicote da própria diretoria que o acompanhou no triênio em que presidiu a entidade ? que se encerra ao fim deste ano.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Questionado pelo jornalista Ítalo Coriolano, editor da Rádio O POVO/CBN, sobre modos de prevenção a boicotes, Dantas disse que, se vencedor, montará boa diretoria. A boa diretoria, descreve, será formada por pessoa de "bom coração", mas com "sangue no olho" para trabalhar.

 

No campo das promessas, enfatizou uma de suas propostas, que denomina Anuidade Boomerang. Ele detalha que, ao pagar a anuidade, o advogado receberá retorno de 100% do valor em serviços ofertados. Disse, por exemplo, que entregará gratuitamente o certificado digital aos advogados, uma vez que já estaria embutido no valor.

 

A anuidade, como já dito em entrevista ao Blog Política, cairá para R$ 600. Segundo Dantas, a promessa beneficiará primeiramente a entidade, que reduzirá a inadimplência e, segundo ele, arrecadará mais.

 

Quando o entrevistador o abordou sobre o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), ele disse que "estamos entrando em águas nunca antes navegadas". Erinaldo posicionou-se contra a reforma trabalhista e contra a reforma previdenciária "nos moldes em que está". Já quando o foco se voltou para o futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, Dantas disse que se preocupa quando se estabelece que "os fins justificam os meios".

 

Revelou preocupação com proposta de gravações de conversas entre advogados e clientes. Ele disse esperar grande diálogo entre Moro e o Conselho Federal da Ordem, além de efetividade no combate à corrupção, mas com respeito aos direitos dos advogados.

 

SERVIÇO

 

Eleição da Ordem dos Advogados do Brasil-CE
Data: 28 de novembro, das 8h às 16 horas
Local: Centro de Eventos do Ceará
Informações: Podem votar todos os associados em dia com o pagamento da anuidade, cujo prazo de quitação se encerrou no último dia 29 de outubro.

No dia da votação, o advogado precisa portar o cartão da Ordem ou a carteira de identidade profissional.

Caso não esteja com nenhum dos dois, pode apresentar um dos documentos a seguir: Registro Geral de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho ou passaporte.
 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente