Participamos do

Parlamento Metropolitano é lançado em cerimônia na Câmara de Fortaleza

| LEGISLATIVO | As reuniões deliberativas dos vereadores de todos os municípios da RMF só vão começar após recesso de julho e das eleições, em novembro
01:30 | Jun. 26, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1]

O Parlamento Metropolitano foi lançado ontem à tarde na Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor). A cerimônia foi comandada pelo presidente da Casa, o vereador Salmito Filho (PDT), e contou com a presença de vereadores das cidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O Parlamento Metropolitano é um projeto que busca integrar os 19 municípios da RMF, através de reuniões mensais com vereadores dessas cidades para discutir problemas e soluções que não são abarcados pelas câmaras ou pela Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na ocasião, Salmito destacou a importância de os municípios trabalharem juntos em soluções para a população, que ultrapassa quatro milhões de pessoas. “Nesse Parlamento, nós vamos estabelecer uma relação colaborativa, vamos nos encontrar para construir uma agenda propositiva e apresentar soluções concretas para a população”, disse.

 

Embora não tenha o poder de aprovar projetos de lei, o Parlamento poderá aprovar projetos de indicação, que podem ser encaminhados para a Assembleia ou para as câmaras dos municípios envolvidos. Segundo Salmito, a intenção é de que as reuniões apresentem propostas.

 

Os encontros serão mensais e ocorrerão nas segundas-feiras à tarde. Elas só devem se iniciar, porém, após as eleições, em novembro. Até lá, o estatuto e o regimento interno do projeto estarão sendo definidos.

 

O superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), Eudoro Santana, esteve presente na cerimônia. Ele elogiou a iniciativa e disse que não dá para planejar melhorias em Fortaleza sem levar em conta a RMF. “Nós estudamos o Fortaleza 2040 e constatou-se que sem um planejamento para a Região Metropolitana como um todo, fica difícil você ter um planejamento sobre todos os aspectos para Fortaleza”, afirmou.

 

Durante os primeiros meses de 2018, foi realizado o Fórum Parlamentar Metropolitano. Os encontros aconteceram em todas as cidades da RMF e foram coordenados pelo professor e sociólogo Eduardo Neto, da Fundação Demócrito Rocha (FDR).

 

Na cerimônia de ontem, também foi lançada uma sala de apoio para as reuniões do colegiado. O projeto não apresenta custos adicionais às Casas.

 

PRESENTES

Estiveram na cerimônia representantes das Câmaras de Pindoretama, Horizonte, Pacajus, Cascavel, Paraipaba, Eusébio e Maracanaú); além do senador José Pimentel (PT) e o presidente do Iplanfor, Eudoro Santana.

 

PROBLEMAS

Os principais problemas apontados pelos municípios são a segurança, saúde, lixo, transporte e mobilidade.

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente