Participamos do

Solidariedade resiste em apoiar general ao governo

01:30 | Mai. 14, 2018
Autor Gabrielle Zaranza
Foto do autor
Gabrielle Zaranza Estagiária de Agenda Cultural do Vida&Arte
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

Líder maior do Solidariedade (SD) no Ceará, o deputado federal Genecias Noronha afirma que o partido negou, em reunião com a oposição na última sexta-feira, antecipar apoio à candidatura do general de Exército Guilherme Theophilo (PSDB) ao governo do Ceará.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Queriam definir o nome dele lá, mas o SD foi contra. Eles podem definir agora, mas o partido não vai se posicionar a favor agora. Não conheço ele (Theophilo) o suficiente para defender candidatura dele. Defendo uma do Tasso (Jereissati) ou do Capitão (Pros), mas qualquer outra não tem aval ainda”.

 

Destacando que o general “ainda é uma aposta” e que “precisa ser conhecido pelo meio político e pela população”, Genecias negou que a questão simbolize um rompimento do SD com a oposição no Ceará, mas não descartou uma reaproximação com Camilo Santana (PT). “Eu nunca digo ‘desta água não beberei’”, disse.

 

Por meio de sua assessoria de imprensa, o presidente do PSDB Ceará, Francini Guedes disse ter “estranhado” declaração de Genecias. “Estamos construindo de forma democrática a candidatura do bloco de oposições e a reunião da última sexta-feira foi mais uma demonstração desse esforço”.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente