Participamos do

Oposição continua sem definição de candidato

01:30 | Abr. 24, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1] 

Embora o nome do general Guilherme Theóphilo (PSDB) continue se fortalecendo nas fileiras da oposição ao governador Camilo Santana (PT), o grupo liderado pelo PSDB permanece inerte quando o assunto é pré-campanha.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Depois da reunião da semana passada, a pauta da eleição de outubro ainda não avançou. O ex-governador Lúcio Alcântara (PSDB) disse que não houve outro encontro para debater o assunto e que “pesquisas” estão sendo feitas para analisar a viabilidade dos nomes apresentados.

 

Como deliberação da última reunião no escritório do senador Tasso Jereissati (PSDB), ficou agendado um primeiro encontro do grupo opositor no município de Barbalha, Região Metropolitana do Cariri. A data, no entanto, permanece desconhecida.

 

O intuito seria reunir os partidos da oposição e os pré-candidatos das legendas, a exemplo do que ocorreu, no início do mês, no ato de filiação do vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, ao PSDB. O ex-presidente do PSDB no Ceará, Luiz Pontes, de forte ligação com Tasso Jereissati, reafirmou que o partido mantém os pré-candidatos anunciados no último encontro.

 

Fora o general, são citados os nomes da presidente do Sindicato dos Médicos, Mayra Pinheiro; do ex-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Filho, e do vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.
A intenção da oposição é fazer diversas reuniões e atos políticos no interior do Ceará até definir um nome para disputar com o governador Camilo. O discurso é que a oposição terá candidato.

Wagner Mendes

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente