PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Temer e PRB combinam recursos no TRF2 para empossar ministra

01:30 | 12/01/2018

O presidente Michel Temer acertou ontem com o presidente do PTB, Roberto Jefferson, e sua filha, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), as providências que serão tomadas contra a decisão da Justiça de suspender a posse de Cristiane como ministra do Trabalho. A parlamentar disse à reportagem que ficaram acertadas três frentes de recursos no Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF-2): um da própria Cristiane Brasil, outro do PTB e um terceiro da Advocacia-Geral da União (AGU).

“Vamos apresentar todos os recursos possíveis contra a suspensão da posse”, disse a deputada. “Apresentaremos recursos ao TRF2, sem queimar instância. Não tenho certeza se entra algum amanhã (hoje) ou só segunda”. A decisão foi acertada em conversa entre Temer, Jefferson e Cristiane na base aérea de Brasília, antes do presidente embarcar para São Paulo, onde realizaria consultas médicas. O encontro não havia sido divulgado na agenda do presidente, mas foi incluído pela assessoria de imprensa horas após o fato.

Temer encontrou ontem, no Planalto, a ministra-chefe da AGU, Grace Mendonça, e pediu que ela estudasse o caminho jurídico ideal para o imbróglio. Uma das possibilidades seria o Governo recorrer ao Supremo Tribunal Federal ou Superior Tribunal de Justiça.

Grace disse ontem que “a AGU estuda todos os cenários possíveis, as possibilidades juridicamente sustentáveis e os desdobramentos de cada cenário”. Auxiliares do presidente dizem que ele não está disposto a abrir mão da sua prerrogativa legal de nomeação e reiteram que qualquer mudança na indicação do PTB terá que partir da própria sigla.

das agências