Participamos do

Governo Temer bate recorde de liberação de emendas em 2017

01:30 | Jan. 08, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
[FOTO1]

As emendas parlamentares tiveram em 2017 o maior valor liberado dos últimos quatro anos. Ao todo, foram R$ 10,7 bilhões, um crescimento de 48% em relação ao ano anterior. O aumento ocorreu no ano da delação do grupo J&F e de duas denúncias criminais contra o presidente Michel Temer.


As emendas parlamentares são indicações feitas por deputados e senadores de como o governo deve gastar parte dos recursos previstos no Orçamento. Embora so governo seja obrigado a pagá-las, a prioridade é fruto de negociação política.


Em dezembro, enquanto o governo ainda tentava votar a reforma da Previdência, houve a maior liberação mensal de empenhos, com R$ 3,24 bilhões (30,1% do total). A conta inclui as indicações feitas individualmente por parlamentares e pelas bancadas estaduais e do Distrito Federal.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
[QUOTE1]

Na emendas individuais, 93,5% do desembolsado pelo governo foi para a saúde, única área cuja destinação é obrigatória por lei. Dos R$ 1,36 bilhão para a área, 98% serviu para apoio e manutenção de unidades em cidades indicadas por parlamentares. A segunda área que mais teve emendas pagas foi agricultura, com R$ 39 milhões.


Na divisão por legendas, 72,8% das emendas empenhadas foram indicadas por parlamentares da base. O MDB foi o mais contemplado (R$ 1,032 bilhão). As informações são do O Estado de S. Paulo.


Temer teve uma agenda de descanso ontem em São Paulo. Encontrou-se em casa com o consultor Gaudêncio Torquato, que, à saída, disse que o encontrou muito bem de saúde. Em meio a rumores de que o presidente estaria mais debilitado do que o que tem sido anunciado pelo problema na próstata.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente