PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Vice toma posse e pede "união de Poderes e do povo"

2017-12-15 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1][FOTO2]
O vice-prefeito de Paracuru Eliabe do Tito (PR) foi empossado como prefeito na manhã de ontem, em sessão extraordinária da Câmara Municipal. A mudança na gestão acontece um dia após a prisão do chefe do Executivo, além de secretários e empresários do município na última quarta-feira, 13, na Operação Cascalho do Mar.


Antes nas 8h30min, horário marcado para a posse, a Câmara já estava lotada de políticos locais e apoiadores de Eliabe. A cerimônia iniciou com alguns minutos de atraso e foi rápida, contando com um discurso curto do prefeito interino, que afirmou que este era um momento de “união de todos os Poderes e do povo de Paracuru para dar rumo ao município”.


O prefeito José Ribamar Barroso Batista (PSDB), conhecido como Ribeiro, foi afastado do cargo por até 180 dias, mas o tempo poderá ser estendido a depender das investigações. Com um prazo rápido para governar a cidade, Eliabe prometeu trocar a maior parte do secretariado e cancelar todos os contratos com as empresas envolvidas, cinco no total.


“Na segunda-feira, 18, já vou anunciar o novo quadro de secretários.

Hoje mesmo nós já vamos exonerar alguns, porque uma boa parte será trocada. Também vamos rever todos os contratos, principalmente com as empresas que foram denunciadas e continuam prestando serviços, nós temos a obrigação de cancelar esses contratos”, afirmou o prefeito interino.


Ele garante que não terá problemas com a Câmara Municipal para aprovar medidas durante este tempo. “A gente tem um laço de amizade muito grande, eu já fui vereador e sempre estive no Paracuru. A Câmara é bem tranquila”, explicou.


Foi o que também disse o presidente da Casa, Washington Luiz Alencar (PTdoB). O vereador tratou o caso com naturalidade, afirmando que “já passou por isso” e que “as matérias que forem para o bem do Paracuru, nenhum vereador vai se negar a votar”.
Embora simples, clima da posse era de festa. As denúncias contra o prefeito afastado e o secretariado não foram citadas, e Eliabe recebia o cargo com “satisfação” por ser o terceiro da família a ocupar o cargo. Ao final da cerimônia, havia fila para tirar fotos com o novo prefeito.

Operação Cascalho do Mar


A investigação conduzida pelo Ministério Público Estadual (MPCE) e pela Polícia Civil envolve fraudes em licitações, associação criminosa e corrupção. Ribeiro foi detido por porte ilegal de arma e, segundo O POVO apurou, já estaria em liberdade. Questionada, a assessoria de imprensa do MPCE não confirmou soltura nem deu informações sobre os valores que teriam sido desviados.


Também foram presos dois filhos de Ribeiro - Ranieri de Azevedo Batista e Joana D’Arc Batista, que chefiava o gabinete da Prefeitura - e três empresários, Ricardo Henrique Lemas, Alonso de Melo Feitosa e Gabriel Ilário da Silva.

 

Saiba mais


São cinco empresas denunciadas pelo Ministério Público Estadual (MP-CE): Petróleo Nosso (Paracuru), São Jorge Locação e Construção (Fortaleza), Terra Sol Transporte e Locações (Eusébio), Pádua Empreendimentos (Groaíras) e Onzemais Serviços e Locações (Fortaleza).

De acordo com o MPCE, houve nove conduções coercitivas na última terça-feira, 13. Duas pessoas que não foram encontradas no dia, prestaram depoimento ontem: Walgledson Leite de Castro, superintendente do setor de compras da Prefeitura, e Érica de Figueiredo De Hogannesian, secretária de desenvolvimento de Paracuru. 

Letícia Alves

TAGS