PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Tucanos 'vacilam' sobre reforma

01:30 | 07/12/2017

Após boicote de parlamentares à reunião da Executiva nacional do PSDB para tratar da reforma da Previdência, o presidente interino da legenda, Alberto Goldman, admitiu ontem que a maioria dos deputados tucanos ainda está “vacilando” sobre a necessidade da proposta.

Somente um quarto da bancada do partido na Câmara participou da apresentação sobre a matéria feita pelo secretário de Previdência, Marcelo Caetano, e pelo relator do texto na Casa, deputado Arthur Maia (PPS-BA), na sede da sigla, em Brasília.

“Tem pessoas (no partido) que já têm posição absolutamente firmada contra, outras têm (posição) absolutamente firmada a favor, e outros têm, um grande número, talvez, até a maioria, ainda vacilando, não tendo certeza, não tendo convicção total da necessidade das mudanças”, afirmou Goldman.

O encontro do PSDB contou com a presença de 11 dos 46 deputados tucanos e quatro dos 11 senadores do partido. Nem mesmo o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli, participou do encontro. Com a justificativa de que teria outra reunião no mesmo horário, enviou o deputado Jutahy Junior (BA) como representante.

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, também esteve na reunião como emissário do Palácio do Planalto, mas o reforço não adiantou. Imbassahy está sendo segurado no cargo pela expectativa do Planalto de ganhar votos dentro do PSDB a favor da Previdência. (AE)