Participamos do

Temer: País segue distante do exercício pleno da cidadania

01:30 | Nov. 16, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Michel Temer (PMDB) disse ontem que o Brasil segue distante do exercício pleno da cidadania. O peemedebista considerou, por outro lado, que o País tem conseguido progredir na redução das desigualdades sociais e aproveitou para lembrar da recuperação mostrada pelo mercado de trabalho desde o início de seu governo. "Não devemos nos iludir, enquanto houver carência social, estaremos distantes da cidadania plena. Esse ainda é o caso do Brasil, mas temos avançado muito", frisou Temer em discurso proferido neste feriado da Proclamação da República em Itu, no interior paulista, cidade onde começou o movimento republicano que deu fim à monarquia no Brasil.


Numa resposta a críticas da oposição, afirmou que a responsabilidade social - não apenas a responsabilidade fiscal - é uma das "palavras-chave" de seu governo. Salientou que trabalhar pela cidadania significa trabalhar também para a democracia. Ao lado do governador Geraldo Alckmin, o peemedebista aproveitou o evento para lembrar que pouco mais de 1 milhão das 14 milhões de pessoas que estavam desempregadas no início de seu governo já voltaram a trabalhar.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente