PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Lula: eleitores de Dilma Rousseff se sentiram traídos

2017-10-24 01:30:00

Em entrevista ao jornal espanhol El Mundo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que os eleitores da ex-presidente Dilma Rousseff se sentiram traídos após o ajuste fiscal promovido pela petista após as eleições de 2014. Lula não disse que Dilma traiu seu eleitorado, como havia sido publicado anteriormente pelo próprio El Mundo. O jornal espanhol também alterou o conteúdo do texto em sua versão online.


“As pessoas se sentiram traídas, porque não era aquilo que a gente tinha prometido durante a campanha”, afirmou Lula. O trecho do áudio em que o ex-presidente fala dos erros do Governo Dilma foi disponibilizado pelo Instituto Lula.


O outro erro de Dilma, o primeiro, segundo o próprio Lula, foi “exagerar” as políticas de exoneração fiscal para as grandes empresas. “Em 2014, saía mais dinheiro do que entrava”, afirmou o ex-presidente. “O ano de 2015 foi muito semelhante ao de 1999, quando Fernando Henrique Cardoso teve uma popularidade de 8% e o Brasil quebrou três vezes. Mas o presidente da Câmara era Michel Temer e ele o ajudou. Nós tivemos o Eduardo Cunha.”


Lula disse ainda que não se arrependeu de não ter se candidato à Presidência em 2014 e expressou o desejo de voltar à disputa ao Planalto em 2018 a despeito da condenação, em primeira instância, na Operação Lava Jato. “Ela (Dilma) tinha direito de ser reeleita. Mas eu pensei nisso muitas vezes e eu sei que Dilma também. O que acontece é que eu não sou o tipo de pessoa que se arrepende.”

AE

Adriano Nogueira

TAGS