Participamos do

Bolsonaro é condenado

01:30 | Out. 04, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais a comunidades quilombolas e à população negra em geral.


O valor será revertido em favor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos, vinculado ao Ministério da Justiça. Via assessoria, o parlamentar disse que vai recorrer.


No dia 3 de abril, Bolsonaro fez uma palestra no Clube Hebraica, no Rio, na qual afirmou, ao relatar uma visita a uma comunidade quilombola, que "o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas". Ainda citando a visita, disse: "Não fazem nada, eu acho que nem pra procriador servem mais".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao condenar o deputado, a juíza Frana Elizabeth Mendes afirmou que "política não é piada, não é brincadeira". "Resta evidenciada a total inadequação da postura e conduta praticada pelo réu (Jair Bolsonaro), infelizmente, usual, a qual ataca toda a coletividade e não só o grupo dos quilombolas e população negra em geral."


O Ministério Público Federal no Rio alegou que Bolsonaro usou "expressões injuriosas, preconceituosas e discriminatórias com o propósito de ofender”.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente