Participamos do

Bate-pronto com Cristiano Zanin

01:30 | Ago. 29, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Cristiano Zanin, advogado do ex-presidente Lula


O POVO - O senhor acusa a Lava Jato de perseguição política. A operação se desvirtuou ou já nasceu corrompida?

Cristiano Zanin - Eu penso que a Lava Jato deu algumas contribuições, mas ela se desvirtuou a fim de se transformar num instrumento de perseguição política especialmente em relação ao ex-presidente Lula. E na medida que um processo ou uma operação acaba se identificando, ficando muito próxima de violações grosseiras a garantias fundamentais, todo o processo e toda a operação perde sua legitimidade.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

OP - Qual a saída, então?

Cristiano - Resgatar as garantias fundamentais, resgatar a lei e voltar a operação aos trilhos da legalidade e, inclusive, a discussão sobre competências dos processos. Porque nós não temos no Brasil um único juiz, nós temos mais de 16 mil juízes e seguramente é possível seguir os critérios legais de competência e habilitar outros juízes a apreciarem e julgarem casos que estejam relacionados à Petrobras ou a qualquer outro caso de suposta corrupção.

OP - O que o senhor espera que o STF faça sobre isso?

Cristiano - O STF pode aplicar a Constituição e é isso que nós esperamos, não só do Supremo, mas também dos órgãos recursais que vão apreciar esse caso.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente