Participamos do

ALs criam colegiado do Nordeste

01:30 | Ago. 26, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A pauta principal do 1º Encontro de Presidentes das Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste foi a formação do Colegiado Nordestino. A sede oficial será a Assembleia do Ceará, tendo como presidente Themístocles Filho, do Piauí. O mandato tem duração de um ano e não haverá reeleição.


Segundo o deputado Zezinho Albuquerque, presidente da AL-CE, objetivo é concentrar forças de senadores da região para os interesses de cada estado.


A ideia, segundo Themístocles Filho, é ter “força” pela “união”. “No Piauí, não temos problemas com os três senadores. Acredito que o mesmo ocorra em todos os outros estados. Quando formos levar nossos tema para Brasília, já temos conversado com eles em cada estado para que, quando chegar no Senado, nossa bancada do Nordeste esteja realmente defendendo nossas propostas”, explica o presidente do colegiado regional.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Zezinho Albuquerque observa que o Nordeste possui 27 senadores – com três em cada Estado –, que representa um terço do Senado Federal. Com esse potencial político, Zezinho acredita que será possível resolver problemas críticos, como o de “recursos hídricos, que é tremendo” no Ceará.


“Precisamos fazer com que os nossos projetos sejam aprovados lá. Se temos três senadores (cearenses) lá, imagina com 27 senadores”, argumenta.

Daniel Duarte

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente