Participamos do

Alckmin diz que plano de privatizar é correto

01:30 | Ago. 24, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), classificou como “correto” o plano do governo Federal de privatizar a Eletrobras.


“O governo tende a ter cada vez mais um papel de regulador e fiscalizador. Então, não há necessidade de o governo ser gestor”, disse o tucano, durante anúncio do edital do pregão que vai transferir para a iniciativa privada a tarefa de vender imóveis públicos ociosos do Estado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Alckmin acrescentou que, por ser muito grande, o governo acaba não sendo um gestor eficiente. Também citou as ingerências políticas nas estatais ao considerar que a Eletrobras foi uma das empresas que, segundo ele, mais sofreram com a instrumentalização política” dos governos petistas.


Candidatura

O governador de São Paulo também admitiu ontem o desejo de concorrer à Presidência da República pelo PSDB em 2018, mas ressaltou que esta não é uma decisão unilateral, mas “coletiva”.

 

A declaração foi feita pelo tucano em um vídeo publicado no Twitter, em resposta a questões enviadas por um internauta.


“Se você (internauta) me perguntar se quero ser, eu digo que sim e estou preparado para ser candidato”, disse Alckmin. “Candidatura a cargo majoritário, como presidente da República, não é uma decisão pessoal. É uma decisão coletiva que começa pelo partido, tem que ouvir as alianças, a sociedade.

Este é o bom caminho.” 

Agência Estado

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente