PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Planalto dá aval para base pressionar Fachin

2017-06-08 01:30:00

Com o aval do Palácio do Planalto, a base aliada se movimenta para usar a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS para pressionar o Poder Judiciário e o MP. Após reunião com Michel Temer, deputados decidiram acelerar instalação da comissão, que ainda não funciona porque os partidos não concluíram as indicações de representantes.


Inicialmente formulada para constranger a JBS, em especial Joesley Batista, que delatou centenas de políticos, dentre os quais Temer, agora a ideia é que ela seja usada contra a Lava Jato. O Planalto tem defendido a tese de que, se o presidente e seus auxiliares mais próximos têm sido alvo da força-tarefa, parlamentares não estarão a salvo dos investigadores. Seria, portanto, necessário unir a classe política para frear o que consideram exageros. As articulações apontam que o primeiro alvo deve ser o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. A base quer aprovar um requerimento para que ele compareça à CPMI a fim de esclarecer sua relação com o executivo Ricardo Saud, do Grupo J&F. (AE)

Adriano Nogueira

TAGS