Participamos do

"Governo Temer não tem projeto", diz Mangabeira Unger

01:30 | Jun. 23, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
[FOTO1]

Ex-ministro dos governos Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT), Roberto Mangabeira Unger fala de “alternativa nacional” para o Brasil neste ano e no próximo, especialmente no campo da economia. Ele critica projeto econômico tocado pelo governo Michel Temer (PMDB), que chama de “rentismo financeiro”.


A leitura do filósofo, professor da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, foi feita ontem em entrevista ao O POVO. Mangabeira Unger também é conhecido por ser um dos mentores de Ciro Gomes (PDT), além de apoiador assumido da candidatura à Presidência da República do cearense.


Segundo Unger, a tentativa do governo Temer promover ideia de “realismo fiscal” à União não passa de “rentismo financeiro”.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Não tem projeto. Quando esse projeto aí que poderíamos chamar de ‘nacional-consumismo’ sumiu, aproveitaram a oportunidade para desfazer de Dilma e apossou-se do poder um grupo sem mandato popular e sem projeto, a não ser o projeto de voltar ao ideário da década de 80 a 90 que é fazer as reformas da chamada ‘agenda perdida’ daquela época, na esperança vã de que essas homenagens ao capital financeiro renderiam investimentos. Isso nunca funcionou em qualquer lugar no mundo”, avalia.


Para ele, o Brasil atravessa um “intervalo ruinoso” sob o aspecto político, por falta de “projeto nacional”. “Estão cuidando só de sobreviver, fazendo essa obra de encomenda ao capital vazio. E talvez sobrevivam”, diz. (Daniel Duarte)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente