Participamos do

Movimentos fazem tribuna livre no Centro para defender Lula

01:30 | Mai. 11, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
[FOTO1]

Na manhã do dia de depoimento de Lula (PT) ao juiz Sergio Moro, militantes petistas e representantes de centrais sindicais e movimentos sociais se reuniram na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, para prestar apoio ao ex-presidente. Em tribuna livre, defensores e transeuntes defenderam Lula diante das acusações, em “atividade que se soma às de Curitiba”” segundo Francisco de Assis Diniz, presidente do PT-CE.


“Queremos dar o nosso apoio e dizer que confiamos plenamente em nosso companheiro. Esse debate tem que ser feito para que o povo compreenda que o que eles (Lava Jato) querem não é combater a corrupção. Foi exatamente para tirar uma presidente honesta, para combater o PT e agora tirar o Lula das eleições de 2018”, continua De Assis Diniz. Militante do PT, Roberto Gomes afirma que “trabalhadores se unem em cada ponto do País” para dizer: “‘Mexeu com Lula, mexeu com o povo pobre’”. “Tá caindo a máscara do Moro, pois não tem prova contra Lula. Por isso perseguem ele. Vamos mostrar pra cada coxinha representante da elite corrupta autoritária que quem vai fazer mudança de novo é esse nordestino retirante filho do trabalhador chamado Lula”.


Passando pelo local, a professora universitária Alba Valéria decidiu se pronunciar. “Uma nação só é soberana quando se une por um objetivo e luta. 2018 vem aí e Lula vai colocar tudo em dia”, disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Como o microfone estava à disposição, ocorreram também manifestações inusitadas. O engenheiro aposentado José Vieir disse que não votou “nem em Lula nem em Temer (PMDB)” e que são “tudo farinha do mesmo saco”. (Daniel Duarte)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente