Participamos do

Nas Comissões, Câmara de Vereadores repete o mesmo cenário de disputa

01:30 | Mar. 01, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na Câmara Municipal de Fortaleza, a Comissão dos Direitos Humanos foi disputada até o último momento. Quem assumiu, a vereadora Larissa Gaspar (PPL), promete também combater temas conservadores. Ao O POVO, ela conta que na comissão vê a oportunidade de “manter a luta diante de tantos retrocessos” a nível nacional e do “avanço do conservadorismo” com o “governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB)”.


A parlamentar promete “demarcar” espaços com pautas que evitem “retrocessos” em “direitos conquistados” pelas mulheres, negros, pelo grupo LGBT, entre outros. Larrisa critica o uso da religião como ingrediente das pautas políticas. “Todo mundo tem legitimidade para pleitear os espaços e defender seus posicionamentos. Mas. acho, a religião não pode ser usada para sobrepor à liberdade de expressão da maioria da população”, defende.


Já o vereador Jorge Pinheiro (PSDC), católico e que se identifica como militante conservador, assumiu a presidência da Comissão de Educação na CMF prometendo visitar todas as escolas para acompanhar de perto o ensino oferecido atualmente aos alunos da rede pública.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ele apoia a deputada Dra Silvana (PMDB) quanto à pauta da Escola Sem Partido. “A gente concorda com a Escola Sem Partido, principalmente pela ideologização que tem hoje”, diz o vereador. (WM)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente