Participamos do

Aprovação ao governo Michel Temer cai a 10,3%, diz CNT

01:30 | Fev. 16, 2017
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1]
A avaliação do governo de Michel Temer (PMDB) piorou, de acordo com pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA) divulgada ontem.


Entre outubro do ano passado e fevereiro deste ano, o porcentual de avaliações negativas passou de 36,7% para 44,1%.


A avaliação positiva do governo Temer, no mesmo período, foi de 14,7% para 10,3%. “A situação envolvendo a popularidade é muito crítica. Mas, por outro lado, (Temer) tem uma base política muito forte (no Congresso). Provavelmente, essa é a questão que mais sustenta o governo, o que poderá ajudar nas reformas”, disse ontem o presidente da CNT, Clésio Andrade, responsável pela pesquisa.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine


Margem de erro
Se for considerada a margem de erro de 2,2 pontos porcentuais, o índice de aprovação do governo chega ao mesmo nível registrado em setembro de 2015
pela então presidente Dilma Rousseff.


Na ocasião, Temer, que era vice, afirmou em palestra a empresários, em São Paulo, que seria difícil Dilma resistir até o fim do mandato por causa da baixa popularidade.


De acordo com a pesquisa, o índice daqueles que consideram o governo Temer ruim também subiu nos últimos oito meses, de 12,1% para 17,6%. Houve ainda um aumento do índice dos que consideram o governo péssimo - de 15,9% para 26,5%.
(Agência Estado) 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente