PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Biometria será obrigatória em 55 cidades cearenses em 2020

| CADASTRO ELEITORAL | Mais de 1,4 milhão de eleitores em 55 cidades necessitam cadastrar biometria para 2020

20/06/2019 06:37:13
?ELEITORES já começaram a buscar os serviços no TRE-CE
?ELEITORES já começaram a buscar os serviços no TRE-CE (Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) reabriu o atendimento para cadastramento eleitoral. Já pensando nas eleições de 2020, quando a identificação biométrica será obrigatória em 55 municípios, inclusive em Fortaleza, a preocupação da Corte é convocar cerca de 1,4 milhão de eleitores que ainda não fizeram a biometria nestas cidades para realizarem o registro. A intenção é evitar que este público deixe para a última hora e ofertar melhor atendimento.

?Desde o último dia 5 de novembro, os eleitores passaram a poder solicitar novamente o alistamento eleitoral, regularizar a situação (por ausência às urnas ou para revisão biométrica) e a transferência do título. O cadastro é reaberto sempre após as eleições. O atendimento ficará à disposição dos eleitores até 150 dias antes das eleições de 2020.

O atendimento em Fortaleza é feito na Central de Atendimento ao Eleitor do TRE-CE, nas centrais de serviços do Vapt Vupt dos bairros de Antônio Bezerra e Messejana e na unidade móvel estacionada no Parque da Criança.

Muitos eleitores já compareceram na Central do TRE-CE. Gleiciane Nunes, 18, foi à justiça eleitoral para solicitar o título de eleitor pela primeira vez. "Eu vim tirar por causa do emprego. Eu preciso dele para ser contratada", conta.

Moisés Almeida, 39, regularizou sua situação. "Eu precisava de uma certidão de quitação eleitoral para o meu emprego", relatou. "Foi rápido e fui bem atendido", contou.

Raimundo Rocha Filho, 49, aproveitou para resolver todas as pendências com a justiça eleitoral. "O meu título foi cancelado. E aí eu aproveitei, paguei a taxa, mudei a minha localização de votação, fiz a biometria, que eu não tinha feito", disse.

Para o analista judiciário do TRE-CE, Anderson Frota, o atendimento reiniciado tem correspondido à expectativa, pois procura tem sido muito grande. "Nós estamos nos esforçando para atender cada pessoa que nos procura da maneira mais rápida possível", informa.

Anderson analisa também que as necessidades dos eleitores variam muito. "Muitos buscam certidões de quitação, querendo regularizar a sua situação em relação à última eleição para poder obter passaporte, fazer o alistamento eleitoral", revela.

A coordenadora de administração do cadastro eleitoral, Lorena Belo, explica a importância de não deixar para depois a busca pelos serviços. "Será de fato muito mais cômodo para o eleitor buscar o atendimento do TRE desde já, evitando assim as longas filas e o grande tempo de espera que são tão comuns em finais de prazo", discorre.

A suspensão do atendimento durante a disputa eleitoral é prevista na legislação eleitoral. "Esse período de suspensão do atendimento está previsto nos normativos legais que regem o Cadastro Eleitoral e é necessário para que possamos preparar nossa base de dados", argumenta.

David Moura

TAGS