PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Uso da imagem de Lula lidera denúncias no Ceará

| IRREGULARIDADES | A maior parte das infrações encaminhadas ao TRE-CE foi feita através do sistema Pardal

25/05/2019 12:05:13

Com o ex-presidente Lula em alta popularidade no Ceará, embora impedido de concorrer à Presidência da República, a imagem do petista foi a grande impulsionadora de denúncias de irregularidades enviadas ao Tribunal Regional Eleitoral no Ceará (TRE-CE).

Os "beneficiados" na ligação das imagens do ex-presidente a dos candidatos foram, em geral, filiados ao Partido dos Trabalhadores e da coligação liderada pela legenda, como nomes do PCdoB.

Há um registro de denúncia envolvendo o senador Eunício Oliveira (MDB), que não faz parte da coligação do PT no Ceará, nem a nível nacional. Todos os processos foram arquivados, ou por falta de elementos que comprovasse ilicitude, ou por não haver irregularidades no entendimento da Justiça Eleitoral.

Desde o início da campanha, no dia 16 de agosto, até a última terça-feira, 2, data mais atualizada da quantificação das denúncias, foram 258 encaminhamentos ao Tribunal. A maioria, 138, foi enviada pelo sistema Pardal, equipamento online de denúncias.

As redes sociais também lideraram as denúncias entre candidatos. No Facebook, foram 25 processos. De impulsionamento de conteúdo de internet o número chegou a 19. Um exemplo claro dessa guerra de processos no mundo virtual durante a campanha no Ceará foi materializado pelas candidaturas ao Senado de Eunício Oliveira (MDB) e Eduardo Girão (Pros), que protagonizaram processos na Justiça Eleitoral.

Dando continuidade ao trabalho eleitoral, no próximo domingo, o Tribunal deve dar plantão com a ajuda de 205 juízes eleitorais, de 1.100 servidores, 85.839 mesários, 10 mil auxiliares de eleição, 6.782 delegados de prédio, 12.500 policiais e mil terceirizados. O orçamento da Corte na eleição deste ano está estipulado em R$ 21,3 milhões.

Ao longo da campanha, o Tribunal mudou o horário de funcionamento. Normalmente das 13h às 19 horas, o trabalho foi ampliado para o período das 8h às 19 horas, e, nos finais de semana, das 14h às 19 horas. Hoje, véspera da eleição, o TRE-CE ficará de plantão das 6h às 22 horas, e no dia da eleição, das 6h à meia-noite.

Wagner Mendes

TAGS