PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Icônica Meryl Streep

A atriz recordista em indicações ao Óscar está prestes a estrear nas telonas em The Post - A Guerra Secreta. Neste ano, ela também protagoniza a sequência do musical Mamma Mia

00:00 | 14/01/2018
Meryl é uma das atrizes mais premiadas do mundo e se prepara para estrar no longa The Post - A Guerra Secreta DIVULGAÇÃO
Meryl é uma das atrizes mais premiadas do mundo e se prepara para estrar no longa The Post - A Guerra Secreta DIVULGAÇÃO

Um currículo de peso faz de Meryl Streep a atriz recordista em indicações ao Óscar. Nas demais premiações, ela já concorreu a mais de 200 prêmios e, aos 68 anos, não pensa em descanso. No próximo dia 25, a icônica Streep surge nas telonas em uma trama de tirar o fôlego. The Post – A Guerra Secreta conta a história real de Katharine Graham, editora-chefe do jornal The Washington Post, que recebe furos sobre o controverso papel dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã.

Na trama, a atriz divide cena com o também protagonista Bem Bradlee (Tom Hanks). A dupla vive o dilema de publicar ou não os importantes documentos que podem levar todo um país à crise.

&nsbp;

O longa ainda não estreou nos cinemas, mas o novo trabalho já rendeu bons frutos para a norte-americana. No último mês, ela foi convidada pela editora da Vogue americana, Anna Wintour, amiga íntima da verdadeira Katharine, para estrelar a capa comemorativa dos 125 anos da revista. Na publicação, Meryl fez questão de expor uma beleza fresh e de dispensar o uso excessivo do photoshop. A ideia era que as marcas do tempo no rosto pudessem contar, sem muitos arrodeios, que Meryl Streep tem uma longa (e bela) história!

O ano de 2018 ainda promete outras conquistas para a atriz. Ela também se prepara para protagonizar a sequência de Mamma Mia. A novidade, com estreia no dia 19 de julho, foi destaque na internet após o lançamento do seu trailer, que deixa uma suspeita da morte da personagem de Meryl, Donna. Será que a bela vai realmente se despedir do musical?

SEMPRE EM ALTA

Não há como falar de Streep sem lembrar de um dos trabalhos mais marcantes na carreira da atriz, a temida Miranda de O Diabo Veste Prata, em 2006. Desde então, a bela tornou-se referência na cena fashion, já que os looks da sua personagem na trama são assinados por grifes como Prada e Chanel - inlusive, quem lembra dela cruzando o red carpet com todo glamour no Globo de Ouro transmitido no último domingo?

Outro trabalho de peso no currículo de Meryl é o longa A Dama de Ferro, que lge rendeu o Óscar de Melhor Atriz para a bela. Filmes como Julie & Julia, A Escolha de Sophie, Anjos na America e Kramer vs. Kramer também renderam premiações e provaram a versatilidade da norte-americana em atuar.

POLÊMICAS

Meryl é discreta e prefere ficar longe do radar da mídia, mas, ao longo da carreira, protagonizou polêmicas de peso, como a que envolve Donald Trump - a atriz respondeu a uma crítica do atual presidente dos EUA durante discurso no Globo de Ouro de 2017.

Uma falsa biografia lançada sobre a vida de Streep também gerou repercussão nos últimos anos. Em entrevistas, ela alega nunca ter contribuido para o desenvolvimento do livro, que conta fatos pessoais e, segundo ela, mentirosos sobre sua vida.

BáRBARA BEZERRA

TAGS