VERSÃO IMPRESSA

O dna do glamour

Neta da icônica socialite Carmen Mayrink Veiga, designer de joias e digital influencer Fhits, Maria Frering é pura inspiração!

00:00 | 22/07/2018

[FOTO1] 

Um bouquet floral único, rico e sofisticado. A descrição é um empréstimo do perfume predileto, J'adore, de Dior, para uma apresentação tão perfumada e feminina quanto Maria Frering Câmara, 27. A digital influencer Fhits, apaixonada por joias, viagens e, moda, claro, é neta da icônica Carmen Mayrink Veiga (1929-2017), considerada uma das mulheres mais elegantes do País forever, e uma das mais bem vestidas do mundo segundo a Vanity Fair, no início dos anos 80. No Instagram, onde a jovem carioca atualiza o gosto refinado influenciado também pela mãe, a atriz Antônia Frering, ela reúne suas principais inspirações, compartilhadas em papo exclusivo a seguir. Com sede para voltar ao business das joias (sua paixão!), ela entrega o caminho das pedras, para o dia e à noite, além de dicas para ir ao encontro do luxo, da gastronomia a itens fashion and beauty que ela adora adquirir por aí. Voltas ao mundo, ela já conhece 16 países, gostaria de aprender, além do inglês, italiano, e já está de olho em outra viagem inesquecível, depois de Safari na África do Sul, que tal o Egito, pretende a Fhits. Em suas andanças, a mais recente delas à bela Paris, onde a garota Dior viu de perto tudo o que rolou na Semana de Alta-Costura, as pessoas e a arquitetura chama sempre sua atenção. Contagie-se com seu perfil. Leia entrevista!
 

Entrevista

 

De onde surgiu sua paixão pela joalheria?
[QUOTE1]
Eu vivia rabiscando formas em qualquer pedaço de papel que eu achava e comecei a sentir vontade de usar essas formas, tirar elas da folha e pendurar elas em mim! Procurei meu primeiro estágio em um ateliê de joias no Rio e me apaixonei pelo processo de criação de cada peça - nunca mais saí do ramo!

O que te desafia profissionalmente?

O maior desafio é alcançar a qualidade perfeita para poder chamar uma peça de joia. Por se tratar de joias é necessário ser muito exigente e atenta aos mínimos detalhes.

Como escolher joias para o dia e à noite?

Para o dia, gosto de usar peças com menos cravação e mais robustas - argolonas de ouro, braceletes de madeira, lápis lazuli ou ônix. À noite, prefiro joias com mais gemas e brilho.

Falando de moda e estilo, o que tem gostado de usar ultimamente?

Gosto sempre de um estilo high-low, então combino peças mais casuais com peças mais arrumadas. Por exemplo, uma calça jeans com um blazer de veludo bordado, ou um vestido com tênis.

Você costuma revisitar o guarda-roupa da sua mãe?

Sempre. Considero o armário dela uma extensão do meu, para o desespero dela. Ela não abre mão do conforto, e acredita que isso agrega à elegância.

Quais suas peças-chave na hora de fazer a mala?

Tenho um scarpin de glitter dourado e prateado - ele sempre acaba me salvando! Às vezes uso com jeans para jantar em algum lugar mais cool, ou com um vestido para uma festa mais arrumada. Sempre levo comigo! Além dele, levo duas bolsas de cores mais neutras que posso combinar com diversos looks.

Qual foi sua última melhor compra?

Carregador de bateria portátil - melhor acessório para viagens!

E no que está de olho recentemente?

Na Saddle Bag da Dior - incrível!

E seus estilistas preferidos?

Maria Grazia Chiuri da Dior, Pierpaolo Piccioli da Valentino, Cris Barros e Martu.

A história de uma peça do closet?

Eu tenho um sapato que já foi da J-Lo: é uma história muito louca! Nunca usei - é uma sandália com plataforma inteira de Swarowski que me deixa com dois metros de altura - mas acho divertido saber que ela está lá, então nunca dei!

Como foi sua história com a moda?

Sempre me interessei por moda - especialmente pela história que existe por trás de cada fase e entender quais foram as inspirações dos estilistas por trás de cada coleção - acho que isso traz muito valor à moda, ela passa a ter forma de arte ao invés de algo passageiro.

E a iniciativa para se tornar uma digital influencer?

Eu queria poder explicar, da minha forma, de onde vêm as minhas criações de joias. Quem me segue vai saber quem são os joalheiros que eu admiro, quais desfiles me inspiraram e quais exposições se refletem no meu trabalho.

Sonhos ainda pendentes?

Nossa, tantos! Mas também foram tantos que já se realizaram, que eu só tenho a agradecer.

Quais as delícias de ser filha de Antônia Frering, além de neta de Carmen Mayrink Veiga?

A delícia é ter essa mãezona que tem os mesmos interesses que eu e com quem posso compartilhar tudo. Tudo que a minha mãe e avó construíram só me traz orgulho de fazer parte dessa família.

BATE-PRONTO

 

Cor... vermelho

Textura... camurça

Momento... passeio com

meus filhos

Lugar para ir sempre... Talho Capixaba (no Rio de Janeiro)

Na minha playlist toca... música dos 2000's

Comida predileta...

tudo com açúcar

Um bom drink vai...

Moscow mule

Salto alto ou baixo... alto

Um perfume... J'adore, de Dior

No nécessaire tem... Dior Capture Youth

Batom que não vivo sem...

Dior lip glow

TAGS