VERSÃO IMPRESSA

Mente Sã, corpo São

A empresária e digital influencer Joana Ramalho fala sobre o caminho que percorre para uma vida cada vez mais saudável e o que alimenta seu corpo, alma e coração

00:00 | 25/03/2018

Sem extremos e numa busca constante pelo equilíbrio. É assim que a diretora de estratégia e inovação dos Mercadinhos São Luiz, Joana Ramalho, 34 anos, leva a vida. A empresária recebeu a equipe do Pause na hamburgueria Hey Joe para nos apresentar, por meio de um saboroso hambúrguer vegetariano, algumas das tantas escolhas saudáveis que faz no seu dia a dia. Casada, mãe da Sofia, 9, e Arthur, 1, dança, pratica Ioga e é idealizadora da plataforma Costume Saudável que, na última edição de seu evento anual, ultrapassou o número de 40 mil pessoas em três dias. Pura inspiração! 

 

Para Joana, toda ação tem uma reação. E é este conceito que a visionária adota para as escolhas pessoais, especialmente quando o assunto é vegetarianismo e veganismo, por exemplo. Não se intitula uma coisa nem outra, apenas levanta a bandeira da causa. Isso não significa que deixou de comer carne totalmente. “Não há algo que eu não coma. Me permito e encaro as consequências”, sintetiza ela, que defende a evolução. “É desafiador e devemos ir avançando etapas. Não lembro a última vez que comi carne vermelha, mas na última semana comi peixe. É uma questão de tempo e cada pessoa tem o seu”, acredita. 

 

Seu estilo de vida saudável vai além da estética. “Isso acontece de uma maneira muito mais holística na minha vida”, revela Joana, sobre a filosofia de ser feliz com as escolhas conscientes. 

 

O estalo para um estilo de vida mais saudável se deu quando pegou uma lata de atum e viu que o produto era mais velho que sua própria filha. “Me perguntei como chegamos a esse ponto”, diz a empresária, sem desmerecer o importante papel da indústria: “trabalho com supermercado e sei que, com a logística do País, não conseguiríamos fazer com que o alimento chegasse em vários estados sem a industrialização. Mas é possível encontrar o equilíbrio até neste aspecto”, garante. O consumo de roupa também mudou para a empresária, que começou a compreender que o dinheiro pode fazer a diferença não só para a economia, mas especialmente para uma causa maior. “Prefiro comprar roupa de academia na lojinha que vende dentro da academia, que às vezes nem tem uma marca, mas estou desenvolvendo o local”, comenta. Há poucos meses adotou o guarda-roupa cápsula, que consiste em ter apenas o necessário. “Foi uma das atitudes que mudou minha vida, facilitou muito e não penso em voltar para o que era antes”. 

 

O olhar para a cidade também mudou e quando compra uma fruta e verdura que não vem de grandes empresas faz questão de saber quem fez e de onde vem. “Dentro de um supermercado, vejo o que é natural, o desperdício, porque muitas das vezes as pessoas não querem comprar uma fruta porque está feia, mas isso não significa que não esteja boa. Um dos projetos do Costume Saudável deste ano é contatar instituições para fazer a retirada desses produtos e aproveitarem da melhor forma”, anuncia. 

 

“Tenho que estar com o corpo forte e funcionando da melhor maneira para fazer tudo o que quero, mas o espiritual é extremamente importante. A Ioga alimenta minha mente e a dança é o meu coração, minha paixão e válvula de escape. Uma das minhas grandes saudades é meditar. Voltarei”, avisa. “Nada tem valor ou sustentação se não amar e se sentir feliz em estar fazendo tudo isso”, finaliza.

 

[FOTO2] 

Costume Saudável_
 

Essa é uma das plataformas pioneiras de alimentação saudável no Ceará e surgiu de uma noite mal dormida. Joana explica: “o supermercado vendia produtos que as pessoas não faziam a menor ideia para o que servia. Pensávamos que os consumidores iriam ao nutricionista e recebiam as indicações do que comprar, mas chegamos à conclusão que essa é uma parcela mínima”, conta. Daí fui dormir pensando sobre a necessidade de empoderar as pessoas com informação para possíveis escolhas conscientes. O Costume Saudável nasce com a pluralidade de não promover fórmulas corretas, mas a ideia de individualidade com diferentes tipos de alimentação e estilos de vida. “Tudo isso através da disseminação do conhecimento através de palestras, atividades físicas, cursos de culinária, atividades culturais, lojas colaborativas e mais. São três dias de evento e começamos em 2013 com 500 participantes, e em 2017 foram mais de 40 mil. É um orgulho”, celebra a idealizadora do evento. A edição 2018 acontece nos dias 24, 25 e 26 de agosto no shopping Rio Mar Fortaleza – Papicu. “O evento é um reflexo do que estou vivendo no momento. Meu olho está para o vegetarianismo, veganismo, consumo local e reaproveitamento de alimentos, então é o que vamos ver crescendo dentro da edição deste ano”, anuncia.

Perfil_ Joana Ramalho comanda o site meucostumesaudavel.com.br e também se tornou digital influencer por meio da conta no Instagram @meucostumesaudavel, que já soma mais de 16 mil seguidores. Na rede social, ela informa, incentiva e posta seu cotidiano.  

 

ANA KARENYNA 

anakarenyna@opovo.com.br 

TAGS