PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Esperança nas provações

13/07/2019 01:35:37
Padre Reginaldo Manzotti irá se apresentar na sexta-feira, 17
Padre Reginaldo Manzotti irá se apresentar na sexta-feira, 17 (Foto: Divulgação )

Estamos iniciando o segundo semestre do ano e muitos se sentem cansados e desanimados. A esperança, a confiança e a alegria são virtudes que devemos cultivar, mesmo nos momentos de aflição.Temos que compreender que na vida, nós estamos numa caminhada e o ponto de partida para todos é compreender que as tribulações não podem ser compreendidas como castigo ou algo que nos atrapalha.

Todos nós, mais dia menos dia, passamos por tribulações e provações, mas devemos nos lembrar sempre, que aconteça o que acontecer, venha o que vier, nós temos a segurança que é Deus. Essa atitude e certeza é muito importante e faz a diferença quando, após ter um dia repleto de problemas, conseguimos dormir em paz e ao acordar na manhã seguinte, louvar a Deus pelo dom da vida.

É preciso que saibamos que enfrentar um problema seríssimo ou não ter nenhum problema, não significa que estamos mais perto ou mais longe de Deus. Quem ama quer, constantemente, provas de amor. O castigo de Deus é para nos formar e educar.

Olhamos para o esvaziamento de Jesus na cruz e nos perguntamos: Por que Deus não fez nada? Por que Ele não tirou Seu Filho da cruz? Isso é a sabedoria de Deus. Ninguém gosta de sofrer e nem deve pedir ou buscar o sofrimento, pois não precisa, ele vem mesmo que não queiramos. O que pode acontecer é que Deus, em certos momentos quando estamos frágeis, nos poupa e quando estamos mais fortes ele permite as provações. Por isso, devemos vê-las como algo positivo, porque em Deus podem ser transformadas em algo bom.

Devemos nos alimentar de Deus e esse alimento, por excelência, é a Palavra e a Eucaristia. Jesus é presença real na Eucaristia! Jesus é presença viva na Palavra! Essas definições são importantes, porque se é viva, eu posso me alimentar, eu posso buscar.

Filhos e filhas, é questão de fé, alimentada pela Eucaristia, pela oração, pela leitura diária da Palavra de Deus. Assim estaremos sempre alimentados de Deus e não deixamos nosso espírito ter fome, e a nossa fé provada produzirá a paciência e a esperança. 

Padre Reginaldo Manzotti