PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

A educação básica e o empreendedorismo

18/06/2019 01:32:51
Wilton Daher
Vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef-CE)
Wilton Daher Vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef-CE) (Foto: Acervo pessoal)

Enquanto o mundo experimenta transformação de vulto em seus mais variados aspectos, convulsionado pelas incertezas que a tecnologia de ponta suscita nas profissões tradicionais, a sociedade brasileira descuida da importância que a educação básica tem como norteador dos alicerces dessa mudança de rumo via empreendedorismo.

Nesse contexto, vale lembrar que o orçamento anual destinado à Educação, no Brasil, é de 120 bilhões de reais, praticamente alocado em partes iguais para o ensino fundamental e superior. Especialistas, contudo, entendem que parcela maior deveria contemplar o ensino fundamental ante a precariedade do ensino básico em grande parte dos nossos municípios.

Mesmo diante das adversidades há exceções e o Estado do Ceará parece ser uma delas. O último ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, elaborado pelo Ministério da Educação, aponta que no ensino dos cinco primeiros anos escolares, 77 das 100 melhores escolas públicas brasileiras são cearenses.

Por sua vez, o ensino público universitário aqui segue trajetória de excelência. Recente edição do Departamento de Pesquisa da Universidade de Leiden, na Holanda, revela que a Universidade Federal do Ceará obteve o 1º lugar dentre as 23 universidades brasileiras mais destacadas na produção de artigos científicos de "impacto global" para o desenvolvimento da ciência, com 1.629 publicações. A Universidade de São Paulo ocupa o 9º lugar, mesmo tendo produzido 16.800 artigos.

Nessa linha de ação, a sociedade cearense está atenta e atuante quer pelo envolvimento do setor público, quer por iniciativas de sociedades civis, como o exemplo do Ibef-CE, que há anos realiza trabalho social ao desenvolver ações voltadas à difusão da educação financeira por meio de ferramenta de planejamento.

De tudo quanto precede, é razoável inferir notáveis avanços no segmento do empreendedorismo cearense em futuro breve, desde que mantida a premissa de que é a educação, notadamente a básica e a fundamental, o principal vetor de criação e sustentação da riqueza do nosso Estado e da nossa Nação. 

 

Clique na imagem para abrir a galeria

Wilton Daher