PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Pecnordeste: inovação e tecnologia

10/06/2019 05:25:51
Flávio Viriato Saboya Neto
Presidente da Faec e do Conselho de Administração do Senar-CE
Flávio Viriato Saboya Neto Presidente da Faec e do Conselho de Administração do Senar-CE (Foto: Flávio Viriato Saboya Neto)

A agricultura 4.0 está exigindo constante modernização dos produtores rurais e dos sistemas agroindustriais. Não temos dúvida de que foi o empreendedorismo do produtor brasileiro, apoiado pela rede de geração de tecnologias tropicais capitaneada pela Embrapa, que colocaram a agricultura de nosso País nos patamares que hoje experimentamos.

O sistema de plantio direto eliminou a erosão e abriu caminho para sistemas produtivos integrados, agricultura de precisão que racionaliza o uso dos recursos, estratégias de controle biológico de pragas, bioativadores, fertilizantes organominerais, enfim, aumentos de produtividade, com sustentabilidade e qualidade nos alimentos produzidos e com números decrescentes de desmatamento.

O Pecnordeste, promovido há 23 anos pela Faec, pelo Senar e pelo Sebrae, debate esse ano "Inovação e Tecnologia para uma pecuária competitiva", durante três dias, no Centro de Eventos do Ceará. A programação envolve sete segmentos da cadeia produtiva da pecuária, com 112 ações, entre palestras, seminários, workshop, oficinas e cursos de capacitação.

Por ser um evento de caráter técnico-científico apresenta também uma mostra de trabalhos científicos, o que está sendo produzido pelos profissionais e estudantes, com 83 trabalhos selecionados e um showroom de tecnologias.

O agricultor brasileiro é um inovador e aprendeu que a incorporação constante de tecnologias ao seu negócio é uma questão de sobrevivência. Nesse sentido, transformou sua fazenda em empresa rural tendo o Senar como parceiro na capacitação, inclusive na assistência técnica e gerencial. Em um ambiente altamente competitivo, o produtor sabe que somente inovando terá sucesso em remunerar seu capital imobilizado, com controle de custos e boa rentabilidade.

A adoção de novas tecnologias e a cultura da inovação não estão distribuídas uniformemente entre os produtores. Trazer essa discussão à tona e criar um canal de debate e troca de experiências constituem importantes estratégias para uma agropecuária cada vez mais inovadora, competitiva e sustentável, tema do Pecnordeste. 

Clique na imagem para abrir a galeria

Flávio Viriato de Saboya Neto