PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Oportunidade e necessidade

08/04/2019 02:33:22
Joaquim Cartaxo 
Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae CE
Joaquim Cartaxo Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae CE (Foto: Joaquim Cartaxo )

Empreender faz parte da vocação de boa parte da população de nosso País. É no empreendedorismo que milhões de brasileiros buscam melhores condições de vida, oportunidade de geração de renda e sustento de suas famílias. Os sinais dessa vocação se encontram na última pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor - 2018 (GEM), a qual aponta que aproximadamente 52 milhões de brasileiros com idade entre 18 e 64 anos estavam envolvidos com alguma atividade empreendedora no ano passado. Ou seja, dois em cada cinco brasileiros, entre 18 e 64 anos, estavam à frente de uma atividade empresarial ou tinham planos de ter um negócio em 2018.

A pesquisa, que é realizada em 49 países, verificou ainda no Brasil um crescimento na taxa de empreendedorismo por oportunidade que alcançou a cifra de 62% nos negócios iniciais (aqueles com menos de 3,5 anos de existência) em 2018. Ao contrário do empreendedorismo por necessidade, que é quando a criação do negócio foi efetivada pela falta de outras possibilidades para geração de renda e de ocupação; o empreendedorismo por oportunidade é aquele onde a empresa é criada a partir da identificação de uma oportunidade de mercado.

No que se refere ao gênero, os homens ainda são a maioria tanto nos negócios iniciais, quanto nos negócios estabelecidos (aqueles com mais de 3,5 anos de existência). Apesar disso, vale destacar que mesmo com taxas de empreendedorismo um pouco menores que as dos homens, as empreendedoras representam, em números absolutos, cerca de 23,8 milhões de brasileiras.

Já com relação à idade, a pesquisa GEM apontou um crescimento do público jovem (18 a 24 anos) entre os novos empreendedores. De 2017 para 2018, a participação dessa faixa etária subiu de 18,9% para 22,2% do total de empreendedores que iniciavam uma atividade empresarial. Isso mostra um número cada vez maior de jovens buscando empreender, seja motivado pelo surgimento de alguma oportunidade de mercado ou mesmo pela necessidade. 

Joaquim Cartaxo