PUBLICIDADE
Jornal

Queremos fazer mais pela segurança

FORTALEZA,CE,BRASIL, 02-10-2017: André Costa, Secretário de segurança, entrevida para páginas azuis. (Mariana Parente/ Especial para O POVO)
FORTALEZA,CE,BRASIL, 02-10-2017: André Costa, Secretário de segurança, entrevida para páginas azuis. (Mariana Parente/ Especial para O POVO) (Foto: O POVO)

No mês de fevereiro de 2019, o Ceará atingiu a marca histórica de menor número de mortes violentas registradas em um mês desde abril de 2009. Foram 158 registros naquele ano e 163 neste. A redução na Capital já acumula doze meses consecutivos, um mês a mais do que o índice de quedas seguidas em todo o Estado. Para alcançar esse patamar histórico não faltaram trabalho e comprometimento de todos aqueles e aquelas que fazem a segurança pública do Ceará. Tampouco foi do dia para noite.

Nos últimos cinco anos, o governador Camilo Santana não poupou esforços em prol da segurança pública. Reforçou as corporações em mais de 10 mil profissionais, atendeu demandas históricas como as promoções e aumentos salariais, investiu em tecnologia e inteligência, ampliou a frota em 2.300 veículos, incluindo helicópteros, equipamentos, ampliação do Raio, expansão do sistema de videomonitoramento, novas delegacias, dentre outras ferramentas que estão a serviço da sociedade cearense.

Temos nos empenhado em construir soluções planejadas e com foco em tecnologia para combater a criminalidade de forma eficaz. A luta não está vencida e não estamos satisfeitos. Queremos mais e podemos fazer mais. O Estado, reprimindo quem insiste em ir de encontro à ordem pública e responsabilizando-os pelos seus atos, e a sociedade, denunciando e ajudando as Polícias no combate ao crime. Uma ação forte do Estado tem forçado o recuo da criminalidade nas ruas. E isso não se reflete apenas nos números de homicídios, mas também nos roubos a pessoas, veículos, bem como no aumento de prisões e apreensões de drogas.

Resultados melhores também representam maior responsabilidade de todos nós que fazemos a segurança pública do Estado. Polícias, sistema penitenciário, Ministério Público, Poder Judiciário, governo federal, prefeituras, dentre outros atores, precisam continuar cada vez mais unidos e firmes no principal propósito de garantir mais tranquilidade e paz para as pessoas que vivem em nosso Estado. Nossas ações estão em constante avaliação para podermos tomar a decisão mais acertada, corrigir os rumos e continuar escutando a população nas ruas.

Continuo me dedicando ao máximo, definindo estratégias, planejando grandes ações, buscando mais investimentos e liderando nossos policiais no bom combate, a fim de proteger cada um de vocês. Estamos no caminho certo. É o que tenho feito há 19 anos como policial. n

 

André Santos Costa