PUBLICIDADE
Jornal

Em tempos de empregos difíceis, arte brota

01/02/2019 03:59:07

Lutei para me tornar um favelado qualificado...

Fiz dívidas para responder dúvidas.

Adquiri títulos para encarar o trabalho escravo.

Não me contratam mais,

pois temem que eu me torne o Senhor.

Não é para menos:

Em dezembro, escrevi porque amei;

Em janeiro, porque não me contrataram...

Se para alegrias e tragédias escrevo livros inteiros,

contratar-me em tempos de empregos difíceis

é correr um sério risco de acordar personagem.

Ao gerente, porém, só digo:

preciso pagar os sapatos que comprei, fiado,

para me enquadrar

ao quadro - cumim, né?! Assanhado...

Agora sou obrigado a pagar os sapatos sendo

um lindo poeta. n

Francisco Emanuel Sousa Lima

TAGS