PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

O POVO é história de 07/12/2018

01:30 | 07/12/2018

Há 25 anos

 

1993. POLÍTICA

 

Itamar não será investigado

 

Brasília - O presidente da CPI do Orçamento, senador Jarbas Passarinho (PPR - PA), descartou ontem qualquer possibilidade de a Comissão vir a investigar o presidente Itamar Franco. Passarinho recusou-se a comentar as declarações feitas, nas vésperas pelo ex-presidente Collor.

 

1993. ESPORTE

 

Corinthians dará prêmio ao Mengo

 

São Paulo - Os jogadores do Flamengo, certamente, não conseguirão a sua independência econômica caso ganhe do Vitória. O Corinthians, principal interessado, está oferecendo US mil para ser dividido pelos jogadores e comissão técnica, o que dá cerca de US$ 1.000 cada um ou 253 mil cruzeiros reais no câmbio de ontem.

 

Há 55 anos

 

1963. ECONOMIA

 

Aumento do preço do café

 

Um novo aumento do preço do café está vigorando desde ontem, por determinação do IBC. Um quilo do produto moído, poderá chegar ao consumidor ao preço de Cr,30. Foi informada a reportagem de O POVO que esse aumento é resultado da majoração do custo do produto do IBC, Instituto Brasileiro de Café.

 

1963. AGRICULTURA

 

I Congresso de Pescadores do Ceará

 

Em declaração a O POVO, o secretário da Agricultura Indústria e Comércio assegurou que todas as providências estão sendo adotadas para que o I Congresso de Pescadores do Ceará, tenha completo êxito. Esta sendo esperada uma concentração de mais de 200 pescadores de todo Estado.

 

Há 85 anos

 

1933. INTERNACIONAL

 

Proibido culto a bandeira na Alemanha

 

Berlim, [A.B.] - O ministro da Cultura Popular e Propaganda baixou uma portaria proibindo a exibição de bandeiras nacionais em casas particulares, sem motivo justificado. O simbolo nacional só poderá ser exibido quando o  governo o permita.

 

1933. CIDADES

 

Lutou com uma onça

 

Jequié, Bahia - Em plena praça publica da cidade, o ajudante de chauffer Manuel Conceição travou luta corporal com enorme onça malhada, ficando no chão com enorme ferimento na cabeça. Em seguida á façanha, o felino fugiu atravessando o rio das contas.