VERSÃO IMPRESSA

Especialista ou Enciclopédico?

01:30 | 19/07/2018

Não precisa argumentar muito para que se admita que nas mais variadas das ciências vive-se mais que nunca período da prevalência do conhecimento especializado, e não global.

Óbvio que o conhecimento específico permite conquistas expressivas, que colaboram para o desenvolvimento da humanidade, do planeta, ou não...Abordo esse tema porque com muito regozijo vi semana passada, no O POVO, reportagem a respeito do lançamento do romance da professora de Direito da UFC, minha ex-aluna e colega de magistério naquela Salamanca, Dra. Juliana Diniz, Memória dos Ossos. A jurista, que dedica parte de seu tempo em formar estudiosos da ciência jurídica, também sabe utilizar da imaginação e da linguagem alheia ao Direito para partilhar com a comunidade a verve de sua criatividade ficcionista. Lembro em tempos de maior imaturidade, quando indagava ao também professor Dimas Macedo, afinal, se iria se dedicar ao Direito, ou à poesia. Que ingenuidade! A mente humana, já sabemos, é subutilizada, daí ser pertinente que possam vir a ser tangenciados vários ramos do saber, seja por quem for.

 

Abraço esta temática porque no momento leio a mais recente biografia de um dos maiores gênios da pintura universal, Leonardo Da Vinci, de Walter Isaacson, onde narra que ao se apresentar ao soberano de Milão, em busca de trabalho para sua subsistência, fez rol de mais de dez habilidades, que iam da criação de equipamentos de guerra, pesquisas nas ciências médicas - Anatomia - exatas, como a Matemática e a Física (concebeu conceitos que depois vieram a ajudar Isaac Newton em suas leis mecânicas) e inclusive mencionou que como derradeira habilidade tinha certo pendor para a escultura e pintura... Ora, o autor da Santa Ceia e da Monalisa elencar no último tópico seu pendor para a arte, que na verdade foi quem o imortalizou?!!

 

Concluo dizendo que as especialidades são importantes, mas o potencial da mente humana não deve ser rotulado nem reprimir as competências!

 

Emanuel Furtado

etfurtado@uol.com.br

Desembargador do TRT e professor da UFC

TAGS