VERSÃO IMPRESSA

Meio ambiente: assumindo responsabilidades

01:30 | 13/06/2018

Em resposta a uma série de problemas ambientais vivenciados no mundo nos últimos anos, iniciativas de cuidado com o meio natural tornam-se imprescindíveis. É tempo de valorizar atitudes que colaborem para a criação de um modelo sustentável de desenvolvimento. É tempo de unir forças para tornar parte do cotidiano as ações de conservação e fazer a diferença.


Em um País como o Brasil, onde 7,8% das emissões de CO2 são oriundas do setor rodoviário, merece reconhecimento e união da esfera do transporte para tornar esse percentual cada vez menor. 

 

Neste sentido, o Despoluir, Programa Ambiental do Transporte, coordenado regionalmente pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), trabalha desde 2007 no engajamento de transportadores, caminhoneiros autônomos, taxistas e sociedade em atitudes de preservação do ecossistema e do uso racional do combustível.
 

Com linhas de ação orientadas pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), o Despoluir chega ao dia a dia do trabalhador, impactando diretamente na forma como ele e as empresas veem e lidam com o meio natural. Com o programa, o setor passou a assumir sua parcela de responsabilidade na propagação de um mundo ambientalmente equilibrado. Uma das principais linhas do Despoluir é a inspeção veicular ambiental na frota das empresas de transporte de passageiros e cargas. As ações do Programa culminaram na 16ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, evento realizado pela Fetrans, que premia as melhores iniciativas sustentáveis do setor de transporte no Ceará, Piauí e Maranhão. No Ceará, 26 honrarias foram concedidas durante a cerimônia realizada na Semana do Meio Ambiente.
 

Durante o período de avaliação do Prêmio, 3.260 ônibus e caminhões foram inspecionados pelo programa Despoluir apenas no Ceará, número que não se limita aos inscritos no Prêmio, representando 31 empresas de cargas e 32 de transporte de passageiros no Ceará, além dos autônomos. O resultado desse trabalho é o crescimento do percentual de aprovação dos veículos quanto à emissão de fumaça negra, hoje com 92,6% de aprovação, mostrando que empresários e trabalhadores do setor de transporte estão unidos em prol da diminuição de gases poluentes e do uso racional dos recursos da natureza.

 

Mário Albuquerque
fetrans@fetrans.org.br
Diretor do Núcleo Socioambiental da Fetrans

TAGS