PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Escola de Agronomia:100 anos de contribuição ao Ceará

01:30 | 02/04/2018

A Escola de Agronomia do Ceará completa 100 anos de existência neste ano. Fundada em 30 de março e instalada em 1º de maio de 1918, foi modelada nos sonhos e anseios de dedicados intelectuais daquela época, que buscavam por soluções agronômicas para o desenvolvimento agropecuário do Estado do Ceará, ao mesmo tempo em que se via a necessidade de formar um quadro técnico e para interferir de forma racional nos efeitos da seca, que fragilizava a economia cearense.

Inicialmente, a Escola foi criada como uma instituição privada, tendo sido estadualizada em 1935, federalizada em 1950 e, finalmente, integrada à Universidade Federal do Ceará (UFC) em 16 de dezembro de 1954. No decorrer dos anos, participou ativamente do processo de desenvolvimento da região, formando engenheiros agrônomos que contribuíram para o aumento da produção e produtividade agrícola, notadamente, do Estado do Ceará.

Vários convênios e parcerias com instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais foram realizados. Merece destaque especial o convênio de cooperação técnica estabelecido com a Universidade do Arizona, na década de 1960, que viria a reforçar o ensino, a pesquisa e o modelo difusionista desse período. Este convênio deu início à internacionalização da Escola de Agronomia, contribuindo também de maneira significativa no processo de internacionalização na UFC.

Os números da Escola de Agronomia do Ceará são expressivos: ao longo desses 100 anos, foram formados 5.134 engenheiros agrônomos, além de 2.835 mestres e 461 doutores. A Agronomia foi o embrião para a criação do Centro de Ciências Agrárias (CCA), temos seis cursos de graduação e nove programas de pós-graduação. Hoje, os nossos cursos estão, fortemente, consolidados com a formação de recursos humanos e atividades de pesquisa de alta qualidade, balizados pelos resultados da avaliação externa feita pelo MEC e pela Capes.

A Escola de Agronomia da UFC celebra seu centenário com o inarredável compromisso de se manter, permanentemente, atenta às necessidades do desenvolvimento do Ceará – como tem sido desde a sua fundação.

Sônia Pinheiro de Oliveira

soniace@ufc.br

Diretora do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da UFC