PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Bem para viver bem

01:30 | 13/04/2018

Há inúmeros desafios sociais que a sociedade ainda não é capaz de oferecer iguais oportunidades para todos. A oferta pública não consegue prover serviços de qualidade para que 100% da população tenham capacidade de se desenvolver plenamente, alcançando uma vida digna. Tais afirmações soam como provocações, mas não são, apenas buscam testar modelos viáveis para endereçar os grandes desafios sociais que vivemos no Brasil.

A aplicação da lógica dos modelos de negócio de impacto é o caminho. Trata-se de um modelo inovador sustentável, e por isso, não depende de doações e filantropias— para gerar impacto em larga escala e dessa forma transformar a vida de milhares de Cearenses.

O lucro é o que difere esses negócios das iniciativas filantrópicas. O impacto social está atrelado à atividade principal, ou seja, não é uma externalidade ou um projeto que anda em paralelo. É a inovação tecnológica e social aplicada a modelos de negócios que oferece abundância.

Há uma máxima que para um empreendedor ganhar R$ 1 bilhão, basta criar uma startup que resolva o problema de um bilhão de pessoas. Aqui cabe relembrar uma frase que define essa máxima: “entre ganhar dinheiro ou mudar o mundo, fique com os dois”.

Inspirado na Artemísia, é lícito perguntar: isso é utopia? Longe disso.

O conceito embutido traz um pragmatismo que beira o convencional.

Trata-se de uma lógica de mercado, de oferta e demanda, tendo o impacto social no centro da equação. E, assim como ocorre nos negócios tradicionais, não existe uma fórmula de sucesso para criar um negócio de impacto.

É certo que investidores e empreendedores devem encarar o desafio de olhar para os grandes problemas sociais pois escondem oportunidades reais para a criação de negócios lucrativos e com propósito. O desenvolvimento de soluções para problemas locais são respostas para problemas que podem ser globais. Isso é o que chamo: de investidores e empreendedores para o bem. Ou seja, Bem para Bem Viver.

 

Haroldo Rodrigues Jr

haroldo@in3citi.com

Sócio-fundador da Investidora de Impacto in3citi